terça-feira, 30 de setembro de 2014

Tens mais sorte que juízo!

O FC do Porto contratou um treinador que é um bocado louco.
Ainda não repetiu uma equipa;
Muda cinco ou seis jogadores de jogo para jogo; 
Tira os jogadores das suas posições e improvisa.
Obviamente a equipa ressente-se da instabilidade emocional do treinador e os jogadores perdem confiança, porque nunca sabem quem vai ser titular.
Obviamente que sou favorável a alterações quando o porto tem um plantel fortíssimo como o desta época, mas  elas devem ser feita com peso, medida e bom senso.
 Lopetegui não tem nenhuma dessas características. Adora correr riscos e é irritantemente teimoso.
Até aqui as coisas têm-lhe corrido razoavelmente. O FC do Porto ainda não perdeu nenhum jogo esta época, mas já esbanjou quatro pontos na Liga, por responsabilidade exclusiva do treinador.
Hoje na Ucrânia estava a perder 2-0 a cinco minutos do fim, porque o treinador basco decidiu inventar, retirando Jackson e colocando um  defesa espanhol de qualidade mediana a jogar no meio campo. Depois emendou a mão, meteu Jackson e o colombiano fez dois golos. O empate acaba por ser saboroso, em função das circunstâncias, mas o Porto tem equipa para ganhar ao Shaktar, como ficou provado.
A sorte não dura sempre, Lopetegui!  Prepare-se, porque quando as coisas começarem a correr mesmo mal vai ver como os adeptos reagem. E não há queixas de arbitragem que lhe valha ( apesar de o FC do Porto estar a ser  prejudicado pelas arbitragens, isso não serve de desculpa)
Está mais que provado que Lopetegui tem mais sorte que juízo, por isso, não abuse da sorte e tenha tino nessa cabecinha.
Adenda :O Sporting perdeu em casa com o Chelsea. Como disse Mourinho, os de Alvalade podiam ter perdido por cinco, ou empatado. Perderam 0-1 e não mereciam, pelo que fizeram na segunda parte.
 

3 comentários:

  1. Muito bem!
    Uma análise clara, isenta e coerente!

    Assim é que deve ser e prestigia a classe de jornalistas, que têm por missão informar com isenção!! :)

    ResponderEliminar
  2. O tipo tem a psicose da mudança, Carlos.
    E inventa até dizer chega!
    Mas, a nível interno, também tem tido boas razões de queixa.
    Curiosamente, que sempre se andou a queixar, agora continua a queixar-se - queixa-se das queixas dos outros

    ResponderEliminar