sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Se a imbecilidade matasse...



"Eu diria que este orçamento rectificativo se resume em cinco palavras: não há aumento de impostos"
 Hélder Amaral,vice- presidente da bancada do CDS, ontem na AR.
No mesmo dia, ficou a saber-se que arrecadação de receitas do IVA e do IRS foi muito superior à estimada por Maria Luís Albuquerque e que o governo prevê , para este ano, receitas de 37 mil milhões de euros no confisco aos bolsos dos portugueses.Será um recorde absoluto, nunca alcançado por nenhum governo anterior.
 Hélder Amaral exulta com o facto de não ser preciso roubar mais. Até final do ano, sublinhe-se...


4 comentários:

  1. Um bónus de quatro meses!
    Mas que bom! :(

    Rosa dos Ventos

    ResponderEliminar
  2. Se essa coisa matasse, teríamos uma AR quase vazia.
    O Rectificativo disse-nos 'oh pah, têm poucos meses para respirar, depois logo se vê'.
    Aproveitemos para respirar fundo, bem fundo.

    ResponderEliminar
  3. Trapaceiros, falaciosos, ladrões bem pior que os que vão na carreia 28 em Lisboa. Para não dizer pior, claro!

    Só à porrada e mesmo assim, não sei se sairiam de lá...

    ResponderEliminar
  4. Só se esqueceu o Helderzinho de falar do anúncio dos cortes no dia 2 de Setembro!


    Um abraço.

    ResponderEliminar