segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Bem prega Frei Tomás...

"Foram raptados e assassinados a sangue frio por bestas humanas. Em nome de todos, o povo judeu gostaria de de transmitir às suas famílias que estamos profundamente tristes e que toda uma nação chora ao seu lado. O Diabo ainda não criou a vingança apropriada para o sangue de uma criança; nem para a vingança pelo sangue de três jovens puros, que estavam a caminho de casa, ao encontro dos seus pais, que não mais os verão. O Hamas é responsável, o Hamas pagará o preço."


Estas palavras foram proferidas por Benjamin Netanyahu em Junho, horas depois de o Hamas ter, alegadamente, raptado e assassinado três jovens judeus.
Desde que lançou a ofensiva contra Gaza, o exército israelita já matou centenas de crianças inocentes em praias, escolas e hospitais. Muitas eram bebés de meses.
A indignação da ONU durou uma manhã.
À memória vem-me aquela frase de Mujica ( presidente do Uruguai) que sobre a pesada suspensão de Luís Suarez por  ter dado uma dentada num adversário, disse:
" A FIFA é um  bando de velhos filhos da puta!"

8 comentários:

  1. Já dizia Sartre "Quando os ricos fazem a guerra, são sempre os pobres que morrem."

    ResponderEliminar
  2. São os palestinianos pobres que não têm para onde ir que estão a morrer às centenas!
    E sabermos que com a morte das crianças morre um povo podemos concluir que é intencional!

    ResponderEliminar
  3. Para se ser poder parece necessário ser selectivo nas memórias, esquecendo até o tempo em que os nossos foram vítimas...

    ResponderEliminar
  4. O razão da força vence, muitas vezes, a força da razão.

    ResponderEliminar
  5. Que mundo sem ética nem escrúpulo nem verdade, este em que vivemos! Quase já não há palavras para dizer da nossa ira!

    ResponderEliminar
  6. Que mundo sem ética nem escrúpulos nem verdade, este em que vivemos! Quase já não há palavras para dizer da nossa ira, da nossa revolta!

    ResponderEliminar
  7. Os três jovens puros e a criança que morreram são do "povo eleito" enquanto os palestinianos são qualificados pela extrema-direita política e pelo religiosos ultra-ortodoxos como "baratas", "serpentes " e "bestas".

    Os judeus estão a desumanizar os palestinianos como os nazis, "a raça superior"os desumanizaram a eles,aos ciganos e aos povos eslavos, mas jamais bombardearam guetos nem se apresentaram como vítimas.

    Gostaria de saber quem assassinou realmente os pobres miúdos israelitas num momento tão propício a esse escroque que é Benjamim Netanyahu e respevtivo bando.

    A ONU e o Ocidente têm que andar a desestabilizar tudo para depois venderem muitas armas e ficarem com os poços de petróleo, que é o seu único objectivo.

    Fica bem, amigo

    ResponderEliminar
  8. Carlos,
    Não há nesta guerra estúpida (há alguma que o não seja??) inocentes.
    O Hamas é um grupo terrorista que não conhece outra linguagem que não seja a linguagem da força.
    Israel age à bruta, mata quem lhe aparece à frente, despreza a vida dos palestinianos que nada têm a ver com o Hamas e chama-lhes (é moda!!) vítimas colaterais.
    Mundo cão!

    ResponderEliminar