quinta-feira, 3 de julho de 2014

Eu já vi este(s) filme(s)

Na sala de embarque da Portela, enquanto esperava que a TAP me levasse daqui para fora, folheei os jornais e rebobinei alguns filmes que já vi em tempos.

TAKE 1- BES
A bagunça familiar no BES fez-me recuar a 1975. Já naquela altura os pais destes artistas engendravam formas diversificadas de vigarizar o Estado. A maioria foi parar a Caxias. 
Agora o filme é o mesmo, mas o final é diferente, porque o PM  finge que não tem nada a ver com o assunto e não se imiscui em assuntos privados. Quase 40 anos depois,  também há uma empresa que se irá afundar se o BES cair. A família continuará de pé e a fazer férias a brincar aos pobrezinhos na Comporta. Esta gente é perigosa!

TAKE 2- A exploração dos contribuintes
O governo foi ontem aos mercados. Em dólares, porque é mais fino. Pagou juros de 5,25% por uma dívida a 10 anos, quando há pouco mais de 15 dias tinha pago juros de 3,25%. O que levou o governo a pagar juros tão elevados? As eleições de 2015. 
O governo já teve de recorrer à almofada financeira de 2014, que estava guardada para fazer umas flores em 2015, por isso, teve de tapar o buraco.  Os portugueses vão pagar estes juros excessivos para que o governo possa passar o ano de 2015 a fazer propaganda eleitoral, concedendo umas "benesses" que serão retiradas em 2015.
Muitos portugueses, fazendo jus à sua proverbial idiotice, vão cair na esparrela e votar no PSD/CDS em 2015. Iludidos pelo paleio da melhoria, do pleno emprego, blá, blá, blá.Sem perceberem que estão a pagar a festa do governo com os seus impostos e salários de merda. Um povo masoquista merece bem umas vergastadas portanto, em 2016, quando vierem lamentar-se  uma vez mais que foram enganados, faço-lhes o gesto do Zé Povinho. Vão pedir solidariedade e caridade ao Portas, porque eu não tenho pachorra para aturar  idiotas. Para o peditório dos tugas já dei. Desenraquem-se! 

3 comentários:

  1. É inadmissível o que estes malandros andam a fazer ao País. Parte dessa reserva financeira do OE, para 2014, já foi para o BES apesar do pm gabar-se do contrário. Não tem perdão contraírem empréstimos só para estarmos a pagar juros. Já não basta os os juros que pagamos, de parte do empréstimo da tróica que era destinado à banca e está paradinho. Com juros destes não há-de a oferta ser superior à procura?! Eu sei que toda a gente sabe o que fazem os bancos, mas vale a pena ler estes princípios, ontem recordados, por quem sabe da poda. http://jumento.blogspot.pt/2014/07/10-argumentos-em-favor-da.html

    ResponderEliminar
  2. Ai, Carlos, desculpe que lhe diga, mas não acredito que os tugas vão novamente votar nestes estupores. Aliás, até me parece que é por isso que o Seguro anda tão embezerrado, porque já se estava a ver como PM - mesmo sendo aquela nódoa que realmente é - e o Costa veio-lhe disputar a liderança... ;)

    Mas enfim, quanto à família BES (e não só) aquele Coelho de voz de tenor não tem coragem de os pôr no lugar. A voz grossa é exclusiva só para o povo... :P

    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Quantas gerações serão precisas para que o nosso povo cresça e perceba o que se passa à sua volta? Quando é que as escolas vão formar gente a saber pensar por si? É desesperante...
    Boas férias!

    ResponderEliminar