segunda-feira, 2 de junho de 2014

Estava boa a praia, sr presidente?



Cavaco Silva nunca teria esperado um fim de semana tão descansado, depois da decisão do TC, que chumbou três das medidas cuja constitucionalidade ele nunca pôs em causa.
Cavaco recebeu  uma dádiva de Nossa Senhora de Fátima ( estávamos em Maio, mês em que a Maria costuma ter visões, lembram-se?) com a crise interna do PS. A comunicação social deixou-o em paz. Está tão empolgada com as  lutas entre Seguro e Costa, que se esqueceu de Cavaco. Aparentemente, as redes sociais também. O perjúrio tornou-se tão banal em Cavaco, que já ninguém liga. E o homem aproveita, claro.
Assim, foi até à praia da Coelha  descansar ( da viagem à China, provavelmente) na companhia do seu amigo Oliveira e Costa e ambos se terão divertido imenso, a falar sobre a dádiva da crise socialista. Terão igualmente discutido o futuro Banco do PSD de Fomento, que afinal não vai ser um banco, mas  apenas uma agência financeira gerida por uma nova escolinha do PSD, que distribuirá créditos pelos amigos.
Sem a maçada de ter de convocar eleições antecipadas e confortado com o argumentário de Seguro, que serve  às mil maravilhas para ele justificar a não demissão do governo, "legítimo e democraticamente eleito", o PR goza a reforma.
Cavaco Silva tem direito a uma reforma descansada.Os contribuintes portugueses é que não têm obrigação de a pagar.

4 comentários:

  1. Mas,o Sonso(aqui,superiormente retratado pelo amigo Carlos de Oliveira)ainda tirou um tempinho para papar um almoço de gala com toda a comitiva que compõe o rebanho conhecido por Seleção Nacional de Futebol,à custa dos "lorpas" dos Portugueses que,entretanto,continua a levantar-se todos os dias para manter a tropa residente na quinta da coelha e associados.
    De papo cheio pelo repasto,regado a água do luso que o estomago é grande mas o figado é de minhoca,arma-se em "Zé do Boné" e debita "Bitaites" sobre o comportamento a ter pela referida Seleção no próximo Campeonato do Mundo,com a alegação de que os Portugueses estão muito esperançados em feitos maiores que todos(todos?)desejam para que os momentos de felicidade e alegria incontida daí decorrentes,faça de todos nós uma comunidade de patetas alegres, ainda que mergulhados num mar de miséria,desemprego e fome,que o Sonso e seus súbditos plantaram na nossa vida coletiva.
    O Sonso,para quem um jogo de futebol continua a ser uma foleirice representada por vinte e dois sujeitos trajados de cuecas a correr atrás de uma bola,continua a olhar para um povo quase Milenar,com olhos à muito afetados por uma miopia mental com dezenas de Dioptometrias.Se a Rasteirice Comportamental fosse tributada em sede de IRS,os súbditos, com a taxa a aplicar ao Sonso, resolviam o "buraco"aberto no Orçamento,com o chumbo do TC a três Normas,INCONSTITUCIONAIS,contidas no mesmo.Pobre criatura!

    ResponderEliminar
  2. Um sonso finório que com ar de " manequim da rua dos Fanqueiros " ( adorei esta ) soube levar a água ao seu moinho e governar-se com os seus acólitos..Estão todos bem.
    M.A.A.

    ResponderEliminar
  3. Não sabia que Cavaco tinha ido a banhos. Bem precisa.

    ResponderEliminar