sexta-feira, 13 de junho de 2014

Bibó Porto (5)

A "movida" traz cada vez mais gente à baixa do Porto. Ao fim de semana, as ruas enchem-se de linguarejares diversos (onde predomina o galego), e a animação é esfusiante nos inúmeros espaços que abriram na zona. Há música na rua, muita alegria e por vezes, claro, alguns excessos etílicos.
Jante num dos restaurantes da Galeria de Paris, ou coma umas tapas na Picaria, na José falcão ou onde muito bem lhe apetecer. Depois vá fazer a digestão a um dos belíssimos bares, onde pode optar entre a calma de uma sala de leitura ou música estridente. Dê uma volta pelas ruas e quem sabe se não lhe acontece uma cena destas...

3 comentários:

  1. Não conheço a "movida" da cidade do Porto, mas se houver essa "probabilidade de um tango" (não sei se no Porto se dança o tango, a valsa ou kizomba...) penso que devo pensar no assunto!
    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  2. RAPARIGA DESCALÇA

    Chove.Uma rapariga desce a rua.
    Os seus pés descalços são formosos.
    São formosos e leves:o corpo alto
    parte dali,e nunca se desprende.

    A chuva em abril tem o sabor do sol:
    cada gota recente canta na folhagem.
    O dia é um jogo inocente de luzes,
    de crianças ou beijos,de fragatas.

    Uma gaivota passa nos meus olhos.
    E a rapariga-os seus formosos pés-
    canta,corre,voa,é brisa,ao ver
    o mar tão próximo e tão branco.

    Eugénio de Andrade

    Abraço e um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Temos então um quase-São João todas as noites no Porto, agora! A cidade merece esse movimento!

    ResponderEliminar