quarta-feira, 21 de maio de 2014

O pior é depois...

Circulam por aí notícias a dizer que Portugal é um dos melhores países para se nascer. O meu comentário imediato foi "o pior é depois" (quando chegam a adultos).
Hoje, o meu comentário torna-se ainda mais restrito. Para nascer, Portugal pode ser um país do caraças  mas,  para viver,  nem às crianças interessa...

3 comentários:

  1. Desconhecia a existência desse centro de acolhimento. E que vai acontecer a todas essas crianças depois de junho?

    ResponderEliminar
  2. O problema é que por cá pouco se nasce... e cada vez menos!

    ResponderEliminar