terça-feira, 15 de abril de 2014

Quem diz a verdade não merece castigo

O PSD está indignado porque os partidos da oposição chamaram mentiroso a Pedro Passos Coelho. Diz Matos Correia que não é bonito chamar mentirosos aos outros
Lá bonito não é mas, se não gostam, porque é que se põem a jeito? Em vez de criticar os outros, o que o PSD devia exigir ao pm era que deixasse de mentir. Desde pequenino que me ensinaram que "quem diz a verdade não merece castigo" e os partidos da oposição apenas disseram uma verdade. Alguém tem dúvidas que PPC é um aldrabão de alto coturno?

5 comentários:

  1. Se fosse mentira, seria muito feio mas, dadas as evidências não me parece nadinha escandaloso nem tão pouco uma afronta à dignidade da pessoa humana!!!

    ResponderEliminar
  2. "Alguém tem dúvidas que PPC é um aldrabão de alto coturno?" Sim,os tontos.E,em Portugal,infelizmente, ainda há muitos!Veja-se a candura e ar consternado do semblante dessa figura de cristal,chamada de Matos Correia,com a meia verdade atirada à cara de PPC,sabendo como qualquer pessoa com dois dedos de testa sabe,que a metade que ficou silenciada nos diz que ele é muito pior do que aquilo que lhe foi chamado.Um Bom Dia Para Si,Carlos De Oliveira.

    ResponderEliminar
  3. Carlos, quanto ao pm ser mentiroso, todos sabemos, mas será que ele conhece a história do Pedro e o Lobo do Sergei Prokofiev? Se não conhece e muito embora seja literatura juvenil, pode ser que ele e as suas ovelhas compreendam o quão feio é mentir.
    Um bom dia
    Celene

    ResponderEliminar
  4. Mas que querem essas luminárias que se chame a Herr Passos?

    Será a criatura, por acaso, um exemplo a seguir de honestidade e de lisura ?!

    Amigo, fica bem

    ResponderEliminar
  5. Amigo Carlos:

    Este tal de Matos Correia é uma das figuras mais sinistras do actual regime. É o tal que preside à Comissão de Defesa de manhã e de tarde oficia num escritório de advogados que celebra os grandes contratos de armamento. Também presidiu à Comissão de Ética e não viu quaisquer incompatibilidades em Duarte Lima, Dias Loureiro, Miguel Frasquilho e outros desse calibre, só conseguindo descobrir uma incompatibilidade numa deputada do BE que era professora nuam escola secundária de Mogadouro, com actividade suspensa... Há dias, num Frente a Frente na SIC, com Eurico Brilhante, ficou escamado quando este se referiu a um ordenado mínimo num país do Euro de 1500 euros e ele emendou rapidamente para 1400 e tal (sem especificar se era 1401 ou 1499..). Antes, tinha elogiado imenso as eleições no Afeganistão, invectivando aqueles que reprovam a acção da Coligação nesse país, dizendo (sic): " Se calhar, queriam o regresso de Saddam Hussein..." Está tudo dito.

    Um grande abraço para ti e para todos os teus leitores

    ResponderEliminar