terça-feira, 1 de abril de 2014

Passos Coelho passou o dia no gabinete

Passos a trabalhar em mais uma mentira


Pedro Passos Coelho não saiu hoje do seu gabinete de S. Bento. Sendo este Dia das Mentiras uma data muito querida ao primeiro-ministro, ele chegou a pensar não ir trabalhar, mas foi demovido por Poiares Maduro.  O ministro adjunto para as patranhas e confusões  terá lembrado a Passos  que a opinião pública  talvez não aceitasse bem que ele fizesse feriado no dia do seu santo padroeiro, depois de ter cortado quatro feriados aos trabalhadores.
Inicialmente PPC recusou a sugestão de Maduro, mas acabou por acatá-la depois de se ter aconselhado com Relvas. O braço direito de PPC para  licenciaturas fastfood foi lesto a sugerir-lhe que aproveitasse o dia para inventar umas mentiras novas.
O CR sabe que PPC acolheu muito bem a sugestão do seu amigo e sócio das trafulhices com as verbas do FSE e passou o dia a planear  mentiras para os dias 8 e 9 de Abril.  Nesses dias, Passos receberá  os partidos e os parceiros sociais. 
Embora o tema das reuniões  (Analisar a conclusão do programa de assistência) seja já uma mentira e  só o Portas acredite que a troika faz as malas no dia 17 de maio e nos deixa em paz, PPC quer abrilhantar as reuniões com os partidos da oposição e os parceiros sociais com umas petas novas. 
"O objectivo é pôr os partidos da oposição e os parceiros sociais a desconfiarem uns dos outros, pelo que terei de ser muito imaginativo" - confidenciou ao CR o próprio PPC que pediu, no entanto, que o mencionasse na notícia como  fonte próxima de S. Bento. Ou seria de Belém?

3 comentários:

  1. E não é que descobri logo a mentira neste post? É que nem o Portas acredita que a troika faz as malas a 17 de maio...

    Mas o texto está genial, apesar dessa inverdade, ainda me estou a rir com o santo padroeiro de PPC! :)))

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Mas consta-me que ele conseguiu, sozinho, avariar um detector de mentiras.
    Será mentira de primeiro de Abril? :))

    ResponderEliminar
  3. As mentiras do Coelho conheço eu, Carlos, queria era conhecer as suas!!!

    ResponderEliminar