quarta-feira, 12 de março de 2014

O Cerco

Em declarações inflamadas, quase a roçar a histeria, Cavaco Silva lamentava a inexistência de um consenso pós troika e criticava a incapacidade dos partidos para dialogar.
Bastaram 24 horas para que o seu apelo fosse ouvido. Personalidades da extrema esquerda à direita,confederações patronais e figuras ligadas ao movimento sindical,  assinaram o já tão badalado manifesto que deixou Passos Coelho em transe.
Cavaco remeteu-se ao silêncio, porque o consenso que ele queria não era este, mas  aquele em que o PS abdicasse da sua identidade e se submetesse aos ditames de Belém e S. Bento.
Um mal nunca vem só. Há poucos dias, Cavaco garantia que só tomava  decisões depois de consultar os seus assessores e consultores. Depois de ver que dois dos seus consultores assinaram o manifesto do consenso, apenas me ocorre perguntar: o que irá ele fazer depois disto?
Cavaco está cercado pelos seus próprios fiéis. Nada pior para um PR que se diz ser de todos os portugueses, do que ver-se isolado e remetido à condição de ter como único amigo  Passos Coelho. 

7 comentários:

  1. Tem graça porque cá em casa fizemos um comentário do tipo "Ora aqui está o tal consenso!" :)

    ResponderEliminar
  2. Cavaco funciona com ministro sem pasta de Passos .

    O reformado de Boliqueime jamais foi político de consensos e o seu discurso de vitória para o segundo mandato em Belém foi tudo menos de união !

    O que estas duas criaturas pretendem é a continuação das mesmas desastrosas políticas, mesmo se o PS for Governo...e é nesse sentido que falam em consenso, isto, depois de Passos ter afirmado que não precisa do PS para assinar um Programa Cautelar e de ter afastado toda a gente e todos os parceiros sociais logo no início da legislatura!!

    Fica bem, amigo

    ResponderEliminar
  3. O que me parece é que o embrião já vai em avançado estado de gestação e agora o governo anda à procura de dadores de esperma e de óvulos, sem perceberem que ou "abortam" ou não vão conseguir "modificar" a "carga genética" do embrião

    ResponderEliminar
  4. És bruxo, ou quê? Acertaste na "mouche".

    ResponderEliminar
  5. Eu quero que o alfarroba se enforque...
    Conheço-os de ginjeira...metia-se o Coelho , o Seguro e já agora o alfarroba numa misturadora , ficava a UN , depois se algo corresse mal ...a culpa era do Seguro .Tenham juizo e não façam as pessoas de parvas. Bom consenso tiveram nas últimas horas e foi o que se viu.
    M.A.A.

    ResponderEliminar