quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Vai servir de muito...



A UE está apostada em prosseguir políticas economicistas que protejam as gerações futuras. Vai servir de muito garantir  às gerações futuras a sustentabilidade financeira da segurança social, por exemplo, se a Europa continuar a desprezar a sustentabilidade ambiental!
Ao ignorar medidas amigas de desenvolvimento sustentável ( empresas mais limpas, ordenamento do território, preservação ambiental,combate ao desperdício, ao consumismo e à corrupção, etc) a UE está a condenar a qualidade de vida das gerações futuras.
De que vale aos jovens de hoje terem uma economia saudável e finanças estáveis, se lhes deixarmos como legado uma Europa sem qualidade de vida e um planeta irrespirável, onde as catástrofes naturais se tornarão cada vez mais frequentes e violentas?
Eu sei que o desenvolvimento da China está assente na utilização de energias sujas , como o carvão, o que em grande parte justifica o que  lá se está a passar por estes dias, mas não tendo a Europa apostado na utilização de energias limpas - por meras razões economicistas-  e continuando excessivamente dependente do petróleo, vale a pena ver as imagens dos últimos dias vindas da China,  para antecipar  a vida das gerações futuras.

1 comentário:

  1. Estão mesmo a querer copiar o modelo chinês.
    Modelo que, curiosamente, os chineses estão a abandonar.
    Vá-se lá perceber!

    ResponderEliminar