domingo, 1 de dezembro de 2013

Traidores

O dia de hoje devia passar a ser o Dia Nacional da Hipocrisia.
Um governo que acaba com o feriado que  assinala o dia em que recuperámos a independência, após 60 anos de jugo espanhol e acata com um sorriso nos lábios os ataques estrangeiros a órgãos de soberania,  que envergonham qualquer português, é um governo de traidores.
Portugal é o único país do mundo onde a data da independência não é assinalada com um feriado.
Estamos a precisar de um punhado de bravos que expulsem os traidores e nos devolvam o orgulho de ser portugueses.

Le premier bonheur du jour

Falas de civilização, e de não dever ser,
Ou de não dever ser assim.
Dizes que todos sofrem, ou a maioria de todos,
Com as coisas humanas postas desta maneira,
Dizes que se fossem diferentes, sofreriam menos.
Dizes que se fossem como tu queres, seriam melhor.
Escuto sem te ouvir.
Para que te quereria eu ouvir?
Ouvindo-te nada ficaria sabendo.
Se as coisas fossem diferentes, seriam diferentes: eis tudo.
Se as coisas fossem como tu queres, seriam só como tu queres.
Ai de ti e de todos que levam a vida
A querer inventar a máquina de fazer felicidade

Alberto Caeiro