sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Sinais

O sonho das mulheres japonesas


As japonesas são mal  agradecidas. Ora digam lá se não tenho razão…
O governo de Tóquio pretendia garantir, até 2020,a presença de mulheres em 30% dos cargos de responsabilidade do Estado. 
Pensam que as japonesas rejubilaram e foram  para a porta da sede do governo fazer véneas de agradecimento? Estão muito enganados…
Em resposta a um estudo  de opinião, uma em cada três japonesas solteiras  disse que o governo podia manter os homens em cargos de responsabilidade porque o seu grande sonho, quando casarem, não é  trabalhar para o Estado. Nem para  empresas privadas. O grande sonho de 33 por cento das mulheres japonesas, depois de casadas, é ser dona de casa. 
Toma e embrulha!
Em tempo: Enquanto isto, o PE quer 40% de mulheres em cargos de direcção nas empresas até 2020

Querem mesmo fazer a reforma do Estado? Juram? (10)

Então determinem  que os curricula publicados no DR, acompanhando a nomeação de boys e girls em concursos faz de conta, passem a ser fiscalizados por uma comissão independente que avalie a sua veracidade.  É que por vezes leio curricula publicados no DR, de gente que conheço, e dá-me vontade de rir!
Não sei se a avaliação curricular é um  item de ponderação obrigatória na classificação dos candidatos a concursos  mas, se for, então  o que se passa actualmente é  que quem melhor conseguir aldrabar júris de concursos com um curriculum fantasiado, terá mais  possibilidades de sucesso.

Those were the days (40)


 Jaipur ( Índia)

Ah, pois, as gerações futuras...

Este governo preocupa-se muito com as gerações futuras, como se pode aqui confirmar