quarta-feira, 6 de novembro de 2013

A solução para o desemprego é, pois, o regresso ao fascismo!

“Na Espanha de Franco, os salários eram baixíssimos e não havia desemprego. Depois da sua morte, os salários cresceram, com o acordo dos sindicatos, e [o desemprego] disparou para os 20%”.
 Xavier Timbeau, economista do Observatório Francês de Conjunturas Económicas, deu o exemplo  espanhol para justificar a redução dos salários  nos países do sul neste período de crise, durante as audições que estão a ocorrer na Comissão de Assuntos  Financeiros e Económicos do PE, no âmbito da acção da troika.
Começo a convencer-me que o melhor é deixarmos a UE quanto antes … Corremos o risco de um idiota qualquer ir para o PE defender que a resolução dos problemas de Portugal, da Grécia, de Espanha, ou mesmo de Itália e da Irlanda, se resolvem com uma ditadura, que garante pleno emprego a troca de salários de miséria.
Coelho talvez não desdenhasse, Portas aplaudiria e o gajo que está alapado em Belém ia a correr buscar a ficha da PIDE para dar o seu aval.

Poupadinhos!

Passos só gastou 7 mil  euros/mês em carros do seu gabinete. Foi muito poupadinho, porque o OE previa mais de 10mil.
Na da de entusiasmos... no OE para 2014 está previsto que os ministérios, em conjunto, gastem mais 2,8 milhões em combustíveis do que este ano.
Percebem agora por que os ministros  dizem sempre "estamos a sair da crise" em vez de Portugal está a sair da crise

Tudo gente séria!

Há já algum tempo que Passos Coelho deixou cair o cliché da honestidade e transparência. Compreende-se. As nomeações de amigalhaços para cargos políticos e/ou em empresas públicas têm-se sucedido a  ritmo vertiginoso, sendo alguns dos nomeados totalmente inaptos para a função. 
Admito que PPC não tenha noção da incapacidade de alguns nomeados, porque ele próprio se julga capaz   para desempenhar o cargo de PM. Devia, no entanto,  exigir alguma sobriedade aos seus capangas, impedindo-os de fazerem nomeações para empresas e serviços municipais depois de terem perdido as eleições. Como aconteceu com Luís Filipe Meneses em Gaia.  Dois dias depois de ter perdido as eleições, o candidato mais despesista do PSD pagou os favores a duas dezenas de correligionários

Those were the days (29)

Cimeira da Terra ( Rio de Janeiro-1992)

Grandes autores (22)

Herman Hesse ( 1877-1962)


Em Siddharta relatou as suas experiências de uma viagem à Índia, um livro que  merece lugar em qualquer mesa de cabeceira, para reler de quando em vez alguns excertos.
Nos anos 60, já depois da sua morte) foi um ícone dos hippies, pelas ideias pacifistas que serviram de guia ao movimento  “Make Love not War”