terça-feira, 5 de novembro de 2013

Ó sr Pires! Não serão as melhoras da morte?


Estava melhor mas... veio o tubarão e comeu!

É normal nos doentes que estão à beira do extertor - mais notório, nos que sofrem de doença prolongada- registarem-se sintomas que indiciam melhorias, algumas horas antes da morte. Costuma chamar-se a esses momentos as melhoras da morte.
Tenho a sensação que foi essa a  mensagem que a Comissão pretendeu enviar hoje aos portugueses, ao dizer que o crescimento português, em 2013, foi ilusão de óptica e vem aí mais austeridade

Atenção, professores! Crato é um mãos largas!

Imagem Via CC


Ninguém pode acusar este governo de poupar na educação. Bem pelo contrário. Crato  corta na escola pública, mas é um mãos largas para as privadas a quem apaparica com generosos subsídios. Na educação, o governo bate o pé à troika. Os troikanos mandaram cortar nos subsídios às escolas privadas? Isso é que era bom! Crato reforça-lhes os subsídios, definha as escolas públicas que moram mesmo ao lado e a tropa fandanga vai empochando, enquanto espera pelo cheque ensino que lhes permita uma zona de (ainda maior) conforto.
Por estes dias repousa,  algures no gabinete de Cavaco, um diploma que Crato fez aprovar em conselho de ministros: o estatuto do ensino particular e cooperativo. O mais provável é que o paralítico de Belém o aprove sem pestanejar e de seguida venha pedir consenso.
Mas como é possível falar em consenso quando a pouca vergonha está desbragadamente instalada no ministério da educação, como se pode ver nesta excelente reportagem da TVI ( a não perder!)

O(s) idiota(s)



Ontem, a OIT veio defender a subida do salário mínimo. Muito compungido, o ministro da Vespa declarou aos jornalistas que o governo bem queria, "mas a troika não deixa!..."
Esta lenga lenga da desculpa da troika já fede, mas  sempre que ouço um qualquer capanga luso a invocar este argumento, lembro-me do que Hanna Arendt  disse sobre  Adolf Eichmann:  é um burocrata. Limita-se a cumprir ordens... não pensa"
Esta gente que se alimenta do pote  ainda tem outro atributo: é completamente idiota!

Governo nomeia porta-voz

Na sua primeira intervenção, o nomeado não perdeu tempo. Fez grandes elogios ao guião de Paulo Portas  e, para não perder o balanço,  desferiu logo um violento ataque ao PS

Those were the days (28)

La Boca (Buenos Aires) Argentina

Grandes autores (21)

Haruki Murakami (1949-?)


A  escrita de Haruki Murakami  atraiu-me desde que comecei a ler  as primeiras páginas de “Kafka à beira-mar”. Murakami  emoldura histórias misteriosas  numa escrita doce, quase poética e um suspense  que nos envolve  da primeira à última página.
Nos últimos anos tem sido apontado como candidato ao Nobel, mas ainda não alcançou o almejado prémio.
Aviso aos leitores: Retomo hoje a rubrica Grandes Autores mas, por falta de tempo, apenas farei brevíssimas referências  aos autores que escreveram livros que estão no top 50 das minhas preferências.