domingo, 20 de outubro de 2013

O Okupa

Ontem, directamente do Panamá,  Cavaco ganhou direito ao título de "Okupa".
Eleito pelos portugueses para defender a Constituição, o homem que finge ser PR, disse estar muito orgulhoso por não ter pedido a fiscalização preventiva dos anteriores OE, porque isso foi bom para o país. A criatura teve a distinta lata de anunciar que, muito provavelmente, fará o mesmo este ano. Mesmo admitindo que algumas medidas possam ser inconstitucionais, Cavaco pensa que, violando a Constituição e cometendo uma vez mais perjúrio, está a defender o país.
Eu gostaria de pensar que Cavaco endoidou de vez, mas isso não corresponde à verdade. Ele sabe muito bem o que está a fazer: a prática reiterada de um crime de violação constitucional. Uma prática consciente, como o próprio admitiu.
É nojento pensar que Aníbal continua a ocupar ilegalmente o palácio de Belém, onde se aloja à custa do dinheiro dos contribuintes.
Pode dizer-se que a culpa é de quem votou nele, mas não se pode esquecer que as armas com que ele comete repetidamente o crime de violação da Constituição, lhe foram entregues, numa bandeja dourada, por quem chumbou o PEC IV ( PSD, CDS, PCP e BE), embora só os dois primeiros estejam a beneficiar da oferta, com o apoio do Okupa de Belém

Luís Montenegro responde a MM e promove festa Rave em S. Bento

Marques Mendes apelou ontemaos deputados do PSD para que procedam a alterações ao OE. Sugeriu mesmo que exigissem a taxação das PPP e aliviassem os cortes nos salários dos funcionários públicos.
Ele acredita mesmo que os deputados do PSD se arrisquem a perder a sua pensão vitalícia à mesa do pote onde se banqueteiam os chulos? Se acredita pode desde já desiludir-se.
Fontes  normalmente bem informadas garantiram ao CR que, face à resistência ao OE  manifestada por  alguns deputados da maioria,  Luís Montenegro sugeriu  a Passos Coelho a realização de uma festa rave em S. Bento, horas antes da votação  na AR.
As bebidas alcoólicas serão oferecidas por Campos Ferreira e Pires de Lima. Quanto aos fuminhos, o próprio primeiro ministro se encarregará de os providenciar. Quem preferir chutar na veia, também terá à sua disposição material adequado.
Alguns ministros irão animar a festa com actuações que prometem ser surpreendentes
Marilú, por exemplo, já está a treinar a dança do varão.
"Temos de manter o pessoal  animado e distraído, caso contrário alguns deputados ainda se vão lembrar que pertencem a um partido social democrata e podem muito bem decidir votar contra"- lembrou Montenegro, para convencer Coelho.
Marilú, no entanto, levantou uma objecção:
" E quem paga a festa?"
PPC tranquilizou-a, prometendo  "dar uma palavrinha" a Alexandre Soares dos Santos e ao seu padrinho Correia. "Mas se eles não quiserem, não há problema... eu até vendo a minha mãe, se isso for necessário para aprovar este OE tão catita"- garantiu o PM
Mas tu sabes quem é a tua mãe?- perguntou inadvertidamente Luís Montenegro 

Le premier bonheur du jour

Passei uma noite em claro nas  Montanhas  Garavhuska ( Papua Nova Guiné) para ouvir este canto ao amanhecer. Valeu a pena, porque nunca esqueci aquele momento.
Agora tenho-o novamente junto de mim e partilho convosco o canto do Bird of Paradise
Tenham um bom domingo!