terça-feira, 1 de outubro de 2013

C'est La Fête!


 A Festa do Cinema Francês já faz parte do meu  roteiro cultural  de Outubro.
Em Lisboa, a Festa  começa no dia 10 e termina dia 20 podendo assistir  a muitas ante estreias ( são quase duas dezenas).
Como se tornou hábito nos últimos anos, a Festa estende-se a várias cidades do país, encerrando no Porto no dia 10 de Novembro
Como 10 dias é muito pouco, o CR vai dedicar o mês de Outubro ao cinema francês, trazendo aqui  todas as noites, filmes e actores/actrizes que contribuíram para que o cinema francês fizesse obrigatoriamente parte da cultura geral de qualquer cinéfilo.
Depois de um longo período de ausência dos circuitos comerciais em Portugal, o cinema francês está de regresso às nossas salas, mas esta Festa continua a ser uma oportunidade para rever alguns dos melhores filmes franceses, como "Os 400 Golpes", de Truffaut, inseridos no ciclo Paris au Cinéma
A Festa do Cinema Francês é, porém, mais do que filmes. É, por exemplo, a oportunidade para ouvir a voz de Agnés Jaoui no dia 17 de Outubro no Lux.

Caça ao homem!

Estilo Manuelino

Manuela Moura Guedes regressou no seu melhor Agora inventa provérbios populares! 
Eu até admito que numas reuniões de chazinhos marados promovidos pela Fátima Lopes, MMG -  sem nada para fazer -  se tenha lembrado de criar esse provérbio, substituindo estio por estilo, para gozar com a macacada ... mas não lhe chamem popular, está bem? Chamem-lhes antes trocadilhos proverbiais de malta sem puto para fazer
Pior do que não admitir um erro é fabricar provas para o desculpabilizar. Esse, porém, foi sempre o estilo Manuelino.

Conta... só p'ra mim, tá?

Como se já não fossem suficientemente caricatas as cenas da noite eleitoral oeirense, exibidas na televisão, este episódio  torna  ainda mais misterioso o afecto dos eleitores de Oeiras por Isaltino. 
Embora conheça algum do trabalho desenvolvido no primeiro mandato não sei, concretamente, o que Isaltino fez por Oeiras. Pergunto a amigos e conhecidos que vivem em Oeiras o que leva uma população instruída a idolatrar um tipo condenado por corrupção e recebo respostas evasivas. (Quase) todos me dizem que não votaram nele, mas desvalorizam a situação.
Isaltino celebrou de uma forma que me sugere influência de telenovelas brasileiras. Talvez esteja aí a explicação para o atordoamento de muitos oeirenses.( Maricá, BPN, Oliveira e Costa, Duarte Lima, uns terrenos em Oeiras... isto dava um bom argumento de telenovela!)
Ou, então, os serviços municipalizados andam a por alguma coisa na água...

A prova irrefutável de que não regressámos aos mercados

Andam por aí uns tipos pró governamentais a defender que Portugal foi aos mercados  no dia 23 de Setembro,como prometera Gaspar, porque  amortizou mais de 5 milhões de dívida nesse dia. 
Eu sei que não se  deve dar importância a malta avençada para escrever na blogosfera disparates favoráveis ao governo, mas não resisto a rebater-  com uma prova irrefutável- os blasfemos que garantem que regressámos aos mercados. Ora então respondam lá a esta:
- Alguém viu o Paulinho das Feiras a abraçar peixeiras e oscular vendedoras da fruta em  algum mercado do país, durante esta campanha eleitoral?
Obviamente que não, caso contrário, esse momento teria sido registado por todas as televisões e jornais, como sempre aconteceu em anteriores campanhas eleitorais. 
Devo dizer que tenho pena. Uma campanha eleitoral sem Paulo Portas a fazer figuras tristes em feiras e mercados, não é campanha que se preze. 
Pior do que isto só uma campanha em que Portas não visitasse  lares de idosos...
(Dizem-me agora que também não visitou...)
 ... então para ser  pior, só se Paulo Portas  não afirmasse que o CDS é o partido dos contribuintes e da defesa da família...
Bem ... parece que também nunca fez afirmações dessas!
Sendo assim desisto e conformo-me com a ideia de que já não há campanhas como dantes! Desde que o líder do CDS foi comido por um coelho, voltou a apagada e vil tristeza.
Será que o penta do CDS, em contraste com o descalabro do PSD, irá mudar alguma coisa no seio do governo?
Adenda:Gostava de ser mosca para ter assistido à conversa entre PPC e PP e para estar presente nas reuniões de hoje dos órgãos do PSD que vão funcionar em regime de sessões contínuas. Duvido que esta noite PPC durma descansado...

Em lume brando

Os resultados das autárquicas deixaram muitas perguntas no ar que em breve se começarão a esclarecer. Aqui ficam algumas:
- Rui Rio vai permanecer no Porto? E se sair será para enxotar Coelho da liderança do PSD, ou para se candidatar a Belém?
- António Costa será presidente da Câmara de Lisboa até 2015, ou 2016?
- Como irá agir o PSD em relação aos militantes que se candidataram e/ou apoiaram listas independentes, como é o caso de António Capucho, Miguel Veiga, Valente de Oliveira, Marco Almeida, Guilherme de Aguiar e outros?
- O PSD comemora 40 anos em 2014. Confirmar-se-á  a ironia de ser o lider que está a destruir o partido a presidir a essas comemorações?
- Até quando conseguirá Paulo Portas passar entre os pingos da chuva?
-Com quem se irá aliar Rui Moreira para garantir a maioria?
-Será que os partidos vão aprender com Rui Moreira e passar a falar verdade durante as campanhas eleitorais?
- Quanto tempo durará o estado de graça de Rui Moreira?
- Que vai fazer o PS com esta vitória?
- O BE conseguirá perceber que os sistemáticos ataques ao PS o reduziram a pó, perdendo muita da simpatia que granjeara junto dos eleitores socialistas- nomeadamente os que não suportam Seguro?
- Cavaco vai mesmo aguentar um governo moribundo até 2015?
(Esta é de resposta fácil. Se precisar de salvar a pele, Cavaco manda o Coelho às urtigas e convoca eleições antecipadas)