sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Grandes autores (9)

Bruce Chatwin (1940-1989)

Jornalista do Sunday Times, Bruce Chatwin despediu-se de uma forma, no mínimo, original. Um dia, depois de terminar o seu trabalho, deixou um bilhete na secretária do director, com as seguintes palavras: 
"Adeus! Fui para a Patagónia"
Apaixonado por literatura de viagens, não poderia deixar de incluir nesta lista um dos mais  importantes autores deste género literário. 
"Na Patagónia", de Bruce Chatwin, é um dos clássicos - quiçá "o clássico"- e acompanha-me sempre que viajo para a Argentina.  Posteriormente foi publicado um pequeno livro dele com Paul Theroux (" Regresso à Patagónia")  que é  também uma revisitação a Darwin e cuja leitura é deliciosa
Recentemente li aquele que penso ser o seu único romance- Utz.  Publicado um ano antes da sua morte, não é  um livro de viagens, mas ajuda-nos a fazer uma viagem à Checoslováquia da Guerra Fria, deixando-nos presos na leitura de um intrincado novelo de cariz quase policial.

Lisboa é uma festa!


Na última sexta-feira escrevi aqui sobre a abertura do Arco da Rua Augusta. 
Hoje volto a falar do mais recente ponto de interesse lisboeta, para vos avisar  que não podem perder o espectáculo multimédia que, até dia 18, é projectado  em toda a fachada.
“Arco de Luz”  é uma  evocação em 3D, durante 17 minutos,  de momentos marcantes  da História de Portugal . Um espectáculo de luz e cor imperdível.
Todos os dias  às 21h30m, 22.30 e 23.30. Até domingo

Those were the days (13)

Dinan ( França) numa tarde de Maio