sábado, 27 de julho de 2013

Liberdade para os prisioneiros

Muito bom - a merecer leitura atenta e subsequente reflexão- o artigo/reportagem hoje publicado no "Expresso" sobre prisioneiros que recusam a liberdade, porque não querem enfrentar o desemprego, ou simplesmente não têm dinheiro para pagar as multas.

Conversas com o Papalagui (69)

- Explica-me lá uma coisa tuga. Afinal porque é que o Portas se demitiu?
- Incompatibilidade de feitios, Pa!
- Ah sim? Com quem? Com o Pedro?
- Não! Com a ministra das finanças.
- ....
- Ficaste sem pio, Pa?
- Pois fiquei... nunca pensei ver o Portas demitir-se por incompatibilidades com uma mulher! Como é que ela se chama?
- Luís
- Ahhhhhhhhhhhhh!

Sob o signo de Amadeo



Muitos raras vezes se lembram dele, outros tantos  já se esqueceram que ele existe. A verdade, porém, é que o Centro de Arte Moderna (CAM) comemora este ano o 30º aniversário  e, para assinalar a data, inaugurou, no dia 25,  a exposição  “Sob o signo de Amadeo”. É uma homenagem a Amadeo de Souza Cardoso a figura de cartaz da exposição que abriu as portas do CAM em 1983.
Os trabalhos de  Amadeo preenchem mais  de metade das 300 obras em exposição, mas nem só do talento  do artista amarantino se faz a exposição.  O CAM pretendeu  fazer uma retrospectiva de movimentos marcantes do último século, com especial destaque para a pop art, representada por nomes como Howard Hodgkin, Peter Blake, Emília Nadal ou René Bertholo.
Uma exposição que vale a pena ver, pela diversidade e qualidade dos artistas apresentados. Fica a sugestão.

Ora é isso mesmo...