domingo, 14 de julho de 2013

Uma questão de Fé...


Em Aquiraz, no Ceará, dona Tarcília Bezerra construiu uma extensão do seu cabaré, cujas atividades estavam em constante crescimento.
Em resposta, a Igreja Universal local iniciou uma forte campanha para bloquear a expansão, com sessões de oração em sua igreja, de manhã, à tarde e à noite.
O trabalho de ampliação e reforma progredia célere até uma semana antes da reinauguração, quando um raio atingiu o cabaré queimando as instalações elétricas e provocando um incêndio que destruiu o telhado e grande parte da construção.
Após a destruição do cabaré, o pastor e os crentes da igreja passaram a se gabar "do grande poder da oração".
Então, Tarcília processou a igreja, o pastor e toda a congregação, com o fundamento de que eles "foram os responsáveis pelo fim de seu prédio e de seu negócio" utilizando-se da intervenção divina, direta ou indireta e das ações ou meios.”
Na sua resposta à ação judicial, a igreja, veementemente, negou toda e qualquer responsabilidade ou qualquer ligação com o fim do edifício.
O juiz, a quem o processo foi submetido, leu a reclamação da autora e a resposta dos réus e, na audiência de abertura, comentou:

- Eu não sei como vou decidir este caso, mas uma coisa está patente nos autos.

Temos aqui uma proprietária de um cabaré que firmemente acredita no poder das orações, e uma igreja inteira declarando que as orações não valem nada!”.

Aviso: Lembrei-me desta estória, quando no domingo vi aquela javardice nos Jerónimos

Sem palavras



Não segui a cerimónia dos Jerónimos no último domingo, mas o Victor Moura Pinto fez uma breve resenha no Jardim das Noícias
Sigam o link e vejam até ao fim ( são só cinco minutos). Se as primeiras cenas em Belém não vos interessarem, vão até ao minuto 4 e vejam como a Assunção estava divertida na galhofa com PPC e não percam a cena final com Portas...   

Le premier bonheur du jour


Este fim de semana ando por aqui, por isso deixo-vos um bocadinho destas paragens roubadas no FB
Tenham um excelente domingo!