quarta-feira, 3 de julho de 2013

Acabou o recreio... siga a comédia!

Se a teoria da Cabra Cega do Luís estiver certa ( e admito sem qualquer rebuço que a hipótese por ele avançada é muito verosímil) então as cenas dos próximos capítulos serão estas:
Dentro de 24 a 48 horas, Cavaco faz uma comunicação ao país. Dirá que graças à sua inteligência conseguiu resolver o arrufo entre os dois namorados, que aquilo foi uma brincadeira de miúdos no recreio e agora está tudo bem.
Será mais uma conversa em família, onde Cavaco tentará protagonizar o director de turma apostado em resolver escaramuças entre alunos indisciplinados.
Nem Cavaco acredita que resolverá o conflito, mas o seu objectivo é apenas salvar a imagem, não é resolver problemas. Ora, sendo assim, mesmo que Portas saia de cena e dê lugar a Nuno Melo ou Ribeiro e Castro, por exemplo,  as feridas continuarão latentes e, depois de umas férias para recuperar forças, regressará para a vingançazinha.
Cavaco termina com o recreio, mas a comédia continuará a ser exibida em diversos palcos do país. Ir a eleições agora pode não ser bom para o país, mas adiar o problema por uns meses ainda é pior. Cavaco vai perceber isso mais tarde ou mais cedo, mas como é tão casmurro como os catraios que andam ao sopapo no recreio, nunca o reconhecerá. O problema é que quem sofre com esta fantochada circense são os portugueses, vítimas das jogadinhas palacianas de políticos que, a todo o preço, querem manter-se à tona. Com eles, ninguém está preocupado. Nem Cavaco, nem Coelho, nem Portas. 

O dicionário de Pedro Passos Coelho

" Não me demito. Não abandono o meu país. Eu fico"
Significado desta expressão em coelhês:
" Se eu me demitir o que é que faço? O Gaspar zangou-se comigo; o padrinho Ângelo não me dá mais nenhuma oportunidade; o Cavaco não risca nada.Onde é que vou arranjar emprego?Como se tudo isto não bastasse ainda tive a infeliz ideia de reduzir as indemnizações por despedimento e o subsídio de desemprego! Só me resta manter o Portas como refém".

Enfim, uma boa notícia!

Porque será que a blogosfera não deu relevância a esta notícia? Afinal, o MP reconhece que chamar palhaço a Cavaco é um direito!

O Albergue do Espanhol

A EDP está cada vez mais parecida com o Albergue do Espanhol. Acolhe tudo quanto é lixo!
A diferença é que enquanto o blog  foi extinto, porque os seus membros foram todos recrutados para o governo ou empresas públicas, na EDP cabe sempre mais um amigalhaço do governo. Desta vez a taluda coube ao marido de Maria Luis Albuquerque
Vale a pena seguir o link, porque o que lá se lê - e o que não se lê, mas está implícito- é um fiel retrato deste governo e do tipo de gente que o sustenta, porque à custa dele se sustenta.

Surpresa na ementa do almoço

Hoje apeteceu-me matar saudades das vacas portuguesas ( não é só Cavaco que tem o direito de apreciar o sorriso delas...) mas, quando escolhi o meu bife para o almoço, o empregado respondeu-me com ar pesaroso:
- Peço imensa desculpa, mas acabaram-se os "briefings de lomb(o)a"

As mulheres são lixadas!

Uma pessoa tira uns dias de férias e quando regressa a casa fica a saber que Paulo Portas se demitiu. Ainda mal refeito de uma noite em viagem, esfrega os olhos  para se manter acordado, liga o televisor, faz zapping por todos os canais e liga-se à Internet para tentar perceber o que se passou.
Confesso que não estou ainda em condições de opinar sobre o assunto mas, tanto quanto me apercebi, o que se passou foi o seguinte:
Paulo Portas fartou-se de ser fantoche  e mandou Passos bugiar. Engoliu tudo, mas  não suportou a ideia de Maria Luís substituir Gaspar e demitiu-se. Coelho viu a sua autoridade posta em causa e sequestrou Portas. O zombie de Belém diz que o problema não é dele, a AR que resolva o assunto.
De quem é a culpa? 
Do cobardolas Gaspar que se demitiu depois de falhar todas as previsões e deixar os portugueses a pão e água?
Da teimosia e autismo de Pedro Passos de Coelho, que ignora ser PM de um governo de coligação e ter de ouvir a opinião do seu parceiro?
Do zombie Cavaco que há um ano vê o país a cair aos bocados e faz de conta que não é nada com ele?
Do ressabiado Portas que há 20 anos quer ser PM e só encontra empecilhos pela frente?
Não, caros leitores! Tanto quanto percebi a culpa é de Maria Luís Albuquerque. Se tivesse uma pontinha de vergonha na cara não aceitava substituir Gaspar, porque sabia que ia provocar uma zanga entre os amigos Paulo e Pedro.
As mulheres são lixadas. A História  e a vida estão cheias de casos em que a amizade entre dois homens é estragada por uma mulher que se mete no meio e mina a confiança entre eles, forçando a zanga e atingindo os seus objectivos.
Marcelo Caetano dizia às suas alunas na faculdade de direito: o lugar  das mulheres é em casa, a educar os filhos.
Querem ver que o homem tinha razão? Se era para destruir o governo, mais valia que Maria Luís Albuquerque nunca tivesse entrado numa faculdade. Muito menos, para ser professora de Pedro Passos Coelho. 
Bem, agora vou dormir. Até logo.