segunda-feira, 10 de junho de 2013

Rescaldo do 10 de Junho

As vaias de grande dimensão hoje ouvidas em Elvas-  numa cerimónia onde só entravam pessoas por convite muito escrutinado- era algo que preocuparia qualquer PR ou PM numa democracia, desde que fossem sérios. Os nossos,porém, têm como única preocupação tratar  da sua vidinha. Terão ficado mal dispostos no momento, mas amanhã estão os dois a confortar-se mutuamente.
Em matéria de discursos, registo especial para Silva Peneda. Fez um discurso de PR, enquanto Cavaco se assumia, definitivamente, como o patrono deste governo.Não precisava era de ter sido tão asquerosamente cínico e mentiroso, nem criticar-se a si próprio. Ao afirmar que um PR não devia agir,exactamente como ele agiu para derrubar o governo Sócrates, Cavaco foi ridículo e não teve bom senso.
Na passerelle, gostei muito da madame Bokassa. Um primor!

Já chegou o 10 de Junho...

... com a Valsinha das Medalhas.
Não será o desporto ideal para seguir os conselhos do senhor Aníbal. Vou optar por tiro com arco 


Dilma em Portugal



Dilma Rousseff escolheu o dia de hoje para vir a Portugal. Ouvi dizer que ela vem às compras e os patrões daqui da loja entraram em paranóia  quando se aperceberam de que a visita da presidente brasileira pode representar um bom negócio.