quarta-feira, 24 de abril de 2013

Ai, estes independentes...

Dois meses depois das eleições, Itália continua sem governo. Os partidos também não conseguiram eleger um novo presidente e viram-se obrigados a pedir a Napolitano que se recandidatasse, para tentar ultrapassar o impasse. Aos 87 anos, o ex-comunista continua a ser o único aparentemente capaz de unir os partidos. 
Entrementes, Beppe Grillo continua a dizer não a tudo. Ninguém percebe o que o homem quer e muitos se interrogam sobre a utilidade do Movimento 5 Estrelas que empolgou os italianos.
Até agora, a única resposta do palhaço foi esta.
Percebe-se cada vez melhor o que pretendem estes independentes que dirigem a sua fúria contra os partidos, como causadores de todos os males e depois não hesitam em descartar a soberania e a democracia. É bom não esquecer o exemplo italiano, na hora de sermos chamados a votar.

Deixai vir a mim as criancinhas, porque está a anoitecer...

A fim de evitar quaisquer eventuais protestos, durante as comemorações do 25 de Abril, a AR decidiu convidar crianças de escolas do ensino básico para assistirem à cerimónia.
Onde é que eu já vi isto?
E se esta vos pode parecer uma medida "normal", o mesmo não dirão, certamente, se vos disser que amanhã as portas deS. Bento e de Belém estarão encerradas ao público.
Eles estão com medo do povo e fazem como a avestruz: enterram a cabeça na areia para não verem o que se passa no país.
Não sei se é motivo para lamentar, ou de regozijo. Sei que tudo isto me faz lembrar a Longa Noite das Trevas que durou 40 anos e em Portugal está a noitecer. Por outro lado, quando um governo foge do seu povo e um PR se acobarda, é sinal de que o fim pode estar próximo. Oxalá!

Esta garotada está mesmo a gozar!

Prometo oferecer um jantar a quem me explicar, direitinho, esta confusão.
Uns recebem duodécimos do subsídio de Natal ao longo do ano e outros dos subsídios de férias. Uns recebem os subsídios de férias em Junho, outros recebem o subsídio de Natal em Novembro. Outros ainda, recebem parte em Junho/ Julho e o restante em Novembro.
Partindo do princípio que esta malta não está louca, o objectivo deles só pode ser  gozar com os funcionários públicos, reformados, pensionistas e Tribunal Constitucional.
Ou, então, terão descoberto uma fórmula para não pagarem um do subsídios a quem ganhe mais de 1100 euros...
Ora então leiam lá isto e, se puderem, agradeço as vossas explicações

Hoje já ganhei o dia!

Há dias que começam bem. Hoje é um desses dias. Acordar e ler este texto lavou-me a alma!