segunda-feira, 22 de abril de 2013

Uma bailarina na dança do varão


Durão Barroso parece uma bailarina na dança do varão. Está sempre a mudar de posição, olha para a plateia e fica à espera dos aplausos.
Naquela cabeça de cherne não existe uma única ideia. Responde a estímulos, tal como a bailarina de varão de um clube nocturno, na expectativa de os clientes lhe meterem umas notas na cuequinha.
A única ideologia do cherne é ocupar cargos de relevo, que promovam a sua imagem. Se um cliente o mandar fazer manguitos à assistência, ele faz. Como já fez aos portugueses diversas vezes.
Ninguém na Europa liga ao que diz Durão Barroso, mas ele ainda não percebeu. Caso contrário, já devia ter dito isto há muito tempo. 
Os males provocados pela austeridade são irreversíveis e Portugal vai levar décadas a recuperar dos erros de uma política idiota, apoiada por Barroso.
Agora diz que a austeridade tem limites, porque a recesão está a chegar a Alemanha e um qualquer cliente lhe encomendou o discurso mas, se um outro ao fundo da sala, lhe acenar com uma nota valiosa e o mandar dizer o contrário, ele muda de posição sem pestanejar.
Peço desculpa à bailarinas de cabarets pela comparação. Na sua maioria, são mulheres mais dignas do que este prostituto que aspira a ser presidente da república

Governo toma medidas de combate ao desemprego




Muitos comentadores não se cansam de insistir que Pedro Passos Coelho revela uma nova atitude e uma nova postura no governo.  Não repito aqui os argumentos invocados por esses comentadores. Limito-me a constatar que a única mudança até agora visível é o aumento do peso do governo após cada remodelação.  Devagarinho, este governo já tem o mesmo número de secretários de estado (35) do governo despesista e gordo de Sócrates e, não tarda nada,  também, iguala o número de minsitros. Recordando...
Na semana passada saiu um ministro e entraram dois tendo, por essa via, aumentado o número de secretários de estado.
Este fim de semana saíram mais três secretários de estado e entraram cinco!
É só fazer as contas ao número de chefes de gabinete, assessores, adjuntos, especialistas, secretárias, motoristas etc.,  para se perceber que este governo se está a esforçar bastante no que concerne à diminuição do desemprego. Pelo menos entre as jotas dos partidos do governo, grandes fornecedoras de mão de obra para os gabinetes ministeriais…
Nenhum comentador, até agora, apontou o facto de, ao contrário do propalado por PPC, o governo continuar a engordar, alimentando as clientelas partidárias, enquanto emagrece a máquina do Estado, despedindo funcionários públicos. 
Sabendo-se que uma grande parte dos membros dos gabinetes que estavam desempregados, terão lugar assegurado na administração pública quando o governo cair, é caso para dizer que a dieta de  PPC me faz lembrar aquelas pessoas que são rigorosas na alimentação à hora das refeições, mas fora delas se empanturram com chocolates e depois lamentam a dieta não dar resultado.

Coisa mailinda!




Hoje é o Dia da Terra. Eu sei que isto dos "Dias de..." é uma grande treta que serve para tranquilizar consciências e pouco mais, mas que diabo, Terra só há uma e se não a preservarmos não temos para onde emigrar. Não posso, por isso, deixar de vos relembrar que se fossemos mais cuidadosos, ou pelo menos respeitássemos quem nos abriga, este planeta poderia ser melhor.
Sabia por exemplo que:

 - Uma rede de nylon perdida no mar pode levar mais de 600 anos a degradar-se?
- Milhares de animais marinhos morrem sufocados nestas redes?
- Uma “beata” atirada ao mar demora dois anos a degradar-se, um copo de plástico 50 anos e uma lata de alumínio, nunca se chega a degradar completamente?
- Todos os anos cerca de 40 milhões de toneladas de peixe são deitadas ao mar , por não terem interesse comercial?
- Cerca de 40% da água consumida em Portugal ( 1400 milhões de metros cúbicos) é desperdiçada devido à falta de eficiência das redes de distribuição?
- A água é um recurso ameaçado de extinção dentro de algumas décadas, caso não sejam tomadas medidas para racionalizar o seu uso e evitar desperdícios?
- Existe um bilião de pessoas sem acesso a água potável e dois biliões sem saneamento básico?
- A falta de acesso à água tem sido causa de várias guerras e constitui um dos factores determinantes no crescimento da pobreza?