domingo, 14 de abril de 2013

Há dias assim...

Um tipo está a fazer as malas, um amigo telefona-lhe, combinam almoçar, e as surpresas desenvolvem-se a bom ritmo. Até que, por fim, sai do almoço com um problema...

Falta(s) justificada(s)

Apensa há uma hora soube que Paulo Portas tinha faltado à tomada de posse dos novos ministros . Não tive tempo para me interrogar sobre as razões da falta, porque a notícia da sua ausência era seguida da justificação. Segundo a jornalista da Antena 1, PP confirmou  hoje no Conselho Nacional que esteve ausente mas não terá explicado as razões aos conselheiros. Apenas terá dito que justificou a falta ao primeiro ministro.
A minha leitura é que não foi, porque não lhe apeteceu. Tinha coisas mais importantes para fazer. Está justificada a falta, sem necessidade de apresentação de atestado médico.
Eu também não tenho marcado presença nos vossos blogs nos últimos dias e tenho igualmente uma explicação. Estive fora de Lisboa e o meu Ipad  anda muito preguiçoso. Presumo que seja astenia primaveril e por isso amanhã, já em Lisboa, vou pedir a um especialista que lhe dê umas vitaminas.

Desculpe a pergunta, senhor Pedro. O senhor tem vergonha na cara?

Ou vai  equiparar os salários de especialistas e assessores recém licenciados, contratados para os gabinetes com vencimentos que chegam a atingir  cinco mil euros mensais, mais mordomias aos dos técnicos superiores da função pública?

Le premier bonheur du jour

Tenham um bom domingo!