quarta-feira, 3 de abril de 2013

São muito corajosos, mas...

... na hora da verdade, quando o tachinho está em risco,esquecem-se do que pediram, acagaçam-se e revelam a sua incoerência

Gaspar promete não remodelar Passos e diz a Relvas: não sejas piegas, pá!


Há tempos PPC exigia ( ele nunca pede) aos portugueses que não fossem piegas, mas agora é o próprio primeiro ministro a ser piegas. Confrontado com a possibilidade de ver o TC declarar inconstitucionais algumas normas do OE, não  faz a mínima ideia como contornar o problema  e pede  à oposição   sugestões para um orçamento rectificativo.
A pieguice parece, porém, ter atingido outros membros do executivo. A começar por Relvas que, segundo o Publico, terá já acordado com o PM a saída do governo, mas pediu para não ser incluído no pacote dos remodeláveis e sair sozinho, para dar a sensação que sai por sua livre vontade.
É natural que PPC aceda ao pedido do seu irmão gémeo, até porque estando este governo  habituado a fazer remodelações de secretários de estado às pinguinhas, nada impede que siga o mesmo modelo para os ministros.
Ainda de acordo com “o Público”, Paula Teixeira da Cruz e Paulo Macedo terão pedido ao PM para abandonarem o governo. A ministra da Justiça ter-se-á  desentendido com PPC  durante um conselho de ministros e amuou.
Já Paulo Macedo – quiçá o único ministro decente deste governo-  desmentiu que tivesse pedido a demissão, mas não negou  estar farto de aturar Gaspar...
É natural que haja ainda mais algumas mexidas no governo, mas o CR sabe que Gaspar não pretende, pelo menos para já, remodelar PPC.  Segundo fonte do gabinete do ministro das finanças, o putativo primeiro ministro tem demonstrado grande  lealdade ao funcionário da troika infiltrado no governo e merece ser recompensado.
 Gaspar  terá confessado a Schaueble   que aprecia particularmente  o facto de PPC ser  acéfalo e, confrontado pelo ministro das finanças alemão com as vantagens de substituir o pm, terá argumentado que a experiência de PPC no jogo da sueca é muito útil aos interesses alemães.
“ É o Passos que me ensina  a fazer bluff com a treta de que estou a salvar o país, enquanto cumpro as tuas ordens para entregar Portugal  à troika”- argumentou Gaspar

Giro, giro...

... era o TC divulgar a sua decisão enquanto se está a discutir a moção de censura na AR!

Brincar à caridadezinha no Algarve


NOTA AOS ORGÃOS DE INFORMAÇÃO

FALSA CARIDADE

Nos últimos meses as Câmaras Municipais do Algarve têm vindo a ser contactadas por várias empresas comercias do Norte do país com o objetivo de instalar, gratuitamente em espaço público, contentores destinados à recolha de roupa, calçado e brinquedos usados para alegadamente entregar a instituições de caridade.

No entanto, verifica-se que estas empresas, em vez de entregarem os bens doados pela população às instituições de caridade, servem-se da roupa para fins comerciais, utilizando-a para obterem fibras a custo zero, nas suas empresas lucrativas.

Ou seja, em vez de obterem esses recursos nos mercados habituais, estas empresas aproveitam-se da generosidade da população, a qual pensa de boa fé, estar a prestar um serviço público aos mais carenciados.

Normalmente, pedem a ocupação do espaço público gratuito, envolvem uma instituição de caridade local e prometem kits de roupa. Alguns dos Presidentes das Juntas de Freguesia celebram protocolos com o intuito de ajudar a população local, quando, na realidade, pensando estar a praticar o bem, a quase totalidade da mercadoria é utilizada para fins comerciais.

Os Presidentes de Câmara Municipal consideram esta situação fraudulenta e deliberaram, na reunião ordinária do Conselho Executivo de 1 de abril, alertar as Juntas de Freguesia, escolas, populações e demais entidades que estão a colaborar com estas empresas, para que o deixem de fazer.

O apoio aos carenciados sempre se fez e fará sem estas empresas
Faro, 2 de abril de 2013, 

O Presidente do Conselho Executivo

José Macário Correia
( Via fb Margarida Brito)