terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Relvas expulso do ISCTE

Por causa da gripe não pude estar hoje na conferência da TVI, mas acompanhei pela televisão algumas intervenções, de que destaco a de Miguel Sousa Tavares.
Tudo estava a decorrer dentro da normalidade, até ao momento em que Miguel Relvas se levantou da plateia para fazer a sua intervenção. Nesse momento, os estudantes irromperam em protesto ruidoso, empunhando cartazes e exigindo a demissão do ministro e do governo.
José Alberto Carvalho anda subiu ao palco numa tentativa de apaziguar os ânimos. Debalde. Ao fim de alguns minutos o ministro foi mesmo obrigado a abandonar a sala. Literalmente escorraçado !
Se Coelho pensava que o caso Relvas estava encerrado, passado que foi o período de nojo, deve agora parar para reflectir. No momento em que são exigidos mais e mais sacrifícios aos portugueses, ainda há quem não tolere a continuação de um trapaceiro a ocupar o lugar de ministro.
Até quando aguentará  coelho Relvas no governo?  Ou quando é que Relvas compreenderá que está a ser um problema para um executivo cada vez mais desacreditado e apenas se mantém porque  algures,num palácio,um reformado em estado comatoso continua a fingir que é presidente da república.
Adenda:Em menos de 24 horas, Relvas foi alvo de duas acções de contestação. É o bombo da festa e bem merece.

Vi fadas e duendes...

... e foi então, quando a febre baixou, que me lembrei disto...

Sem ofensa para os porcos...


Cantar Grândola Vila Morena a Miguel Relvas é como atirar pérolas a porcos. O homem nem sequer sabe a letra, porra!

Foto do dia (12)