quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Governo celebrou Dia dos Namorados

Miguel Relvas queria ir hoje  jantar sozinho com Passos Coelho. Levou uma nega porque o Pedro aderiu ao Poliamor

Foi você que pediu um Dia dos Namorados?

Lamento, mas aqui não há! Que tal experimentar aqui?

Quem se lixa é sempre o mexilhão



«Caro Paulo Núncio [secretário de Estado dos Assuntos Fiscais]: queria apenas avisar que, se por acaso, algum senhor da Autoridade Tributária e Aduaneira tentar `fiscalizar-me´ à saída de uma loja, um café, um restaurante ou um bordel (quando forem legalizados) com o simpático objetivo de ver se eu pedi fatura das despesas realizadas, lhe responderei que, com pena minha pela evidente má criação, terei de lhe pedir para ir tomar no cu, ou, em alternativa, que peça a minha detenção por desobediência», escreveu Francisco José Viegas.
Ele, pobre funcionário, não tem culpa nenhuma; mas se a Autoridade Tributária e Aduaneira quiser cruzar informações sobre a vida dos cidadãos, primeiro que verifique se a Comissão Nacional de Proteção de Dados já deu o aval, depois que pague pela informação a quem quiser dá-la» 
Francisco José Viegas no blog A Origem das Espécies ( sublinhado meu)

 FJV seria  um homem corajoso se, em vez de agir contra o mexilhão - ele está a lutar pelo ganha pão- enviasse essa mensagem ao mandante. 
De qualquer modo, o desabafo explica ainda melhor as razões de saúde alegadas por FJV quando abandonou o governo. 

A nova táctica dos falhados

O governo tem uma nova táctica para justificar os seus sucessivos falhanços. Agora já não diz que está a trabalhar para que as coisas melhorem... diz que se as coisas não melhorarem a culpa será de circunstâncias externas.
No fundo, o que eles querem dizer é que as previsões do Banco de Portugal vão confirmar-se, mas em vez de assumirem o erro, PPC e comandita vão usara a táctica da vitimização.
A culpa de não haver crescimento, de o desemprego aumentar e a economia definhar não é do taralhoco do Gaspar, nem do inapto coelho, é de uns mauzões que andam lá por fora a fazer mal ao país.
É por culpa desses mauzões que as exportações estão a diminuir e o desemprego disparou de 11,1%, quando eles tomaram posse em 2011, para 16,9%. Com tendência para subir, como assumiu  coelho com aquele ar de beata de sacristia.
O que esta gente merecia era passr o resto da vida a beber água e comer caralhotas. Bem rijas!

Foto do dia (9)

Viajar de comboio na Índia é uma aventura inesquecível! Eu viajei, mas com um "bocadinho" menos de gente a fazer-me companhia. No entanto, ainda tenho entranhados em mim os odores e as memórias do que presenciei.durante a viagem.