terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Ainda vejo duas luas



Nos primeiros dias de Janeiro, terminei a leitura do terceiro volume da trilogia de 1Q84. Não vou desvendar o final do livro, obviamente. Limito-me a confirmar que continuo a ver duas luas.
Aumentam , por isso, as minhas preocupações e a minha ansiedade em encontrar a porta de saída para me conseguir libertar do Povo Pequeno. Creio que a nova estratégia desta gente perigosa, para  enxotar todos os que se opõem aos seus desígnios, é asfixiar-nos até à morte. Aqueles que conseguirem escapar à brutalidade dos impostos têm uma nova ameaça pela frente. Foi hoje testada em Lisboa. 


O mexilhão

A comunicação social noticiou que a  Lei dos Duodécimos tem uma falha grave. Esta manhã, enquanto tomava café, ouvi uma conversa sobre o assunto. Um dos intervenientes elevava a voz bem alto, garantindo que a culpa é da incompetência dos juristas contratados para os gabinetes ministeriais que não sabem o que andam a fazer.
Obviamente que não me imiscuí na conversa, mas fiquei a pensar com os meus botões:
A culpa será mesmo dos juristas que fizeram a Lei?  Foram eles que a fizeram, é certo, mas foram eles que a  aprovaram? 
Entre os 120 deputados da maioria que lá estão a abanar as orelhas, limpar os assentos do hemiciclo e dizer de vez em quando "Apoiado" para que o seu nome fique registado no "Diário das Sessões"  existem dezenas de advogados. Não houve nenhum que desse com o erro?  E que dizer dos assessores jurídicos do PR que, certamente, foram ouvidos pelo PR antes de a promulgar? Também estão ilibados?
É fácil culpar o mexilhão e esquecer as responsabilidades de quem decide!

Uma porca na socialite lusa

Cinha Jardim soube que podia adoptar uma porca, através de Paris Hilton. Não há nada como ter fontes privilegiadas de informação, no seio da socialite mundial, para concretizar um sonho!
Cinha garante que a porca Pepa vai ser uma estrela. Acredito! Não tarda nada, a Caras faz-lhe uma entrevista...
O passo seguinte de Cinha, no seu indefectível amor pelos animais, vai ser adoptar uma galinha. Mas isso só acontecerá quando alguém lhe disser que, nos seus tempos de estudante, Alberto João Jardim passeava  com uma galinha pela trela,  nas ruas de Coimbra.

Para memória futura

É bom recordar aos portuenses as ideias do candidato Luís Filipe Meneses. Talvez ele também queira desmantelar com uma assinatura o porto de Leixões, o aeroporto Sá Carneiro,a casa da Música e tudo o que o governo de Lisboa considere supérfluo para o Norte

"Luis Filipe Meneses anunciou ontem, na SIC, que desmantelará a RTP com uma assinatura, proibindo a publicidade no canal público".
( 26 de Fevereiro de 2008)
Uns meses antes afirmara:
" Desmantelo o Estado em seis meses"
Meses depois apoiou a manifestação da função pública contra o governo Sócrates
 Não haverá uma alma caridosa interessada em desmantelar LFM?