sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Cá como lá


O povo sabe bem quem são os culpados da crise. A diferença é que na Europa os seus melhores aliados são os políticos.

Apostas viciadas

Desde o dia 1 de Janeiro que o governo português se tornou um sistemático vencedor do Euromilhões. Melhor ainda, o governo português ganha mesmo sem jogar!|
Com efeito, seguindo a táctica dos salteadores que esperam a vítima à saída do banco, o governo português montou um esquema semelhante. Não satisfeito com os impostos que já cobra sobre as apostas, Gaspar "decretou" que quem ganhe mais de 5 mil euros em prémios do Euromilhões terá de entregar 20% ao Estado. 
Cada vez tenho mais dificuldade em distinguir quem nos governa, de um grupo de chulos proprietário de um bordel.

As aparências iludem!

Pouco importa que a economia portuguesa esteja de rastos, os portugueses continuem a ser massacrados com impostos, usurpados dos seus salários e direitos. Para muitos, o mais importante para o país é que Portugal tenha boa imagem lá fora. Ora, segundo os mais recentes relatos,parece que a imagem de Portugal lá fora é muito boa e a de Vítor Gaspar ainda melhor. Pelo menos é o que garante o governo e maltrapilhos associados, no que é secundado por grande parte da comunicação social, cada vez mais apostada em servir de câmara de eco, em vez de fazer jornalismo.
Pela minha parte, apenas coloco uma questão: quantas vezes já lemos ( ouvimos e vimos) relatos de pessoas estupefactas com notícias sobre criminosos, violadores e assassinos que eram considerados na vizinhança como pessoas de conduta exemplar?