terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Para que conste



A mulher que está na foto  chama-se  Regina Bastos. É deputada europeia, eleita nas listas do PSD, com os votos de muitas mulheres portuguesas. Algumas porque acreditaram que a Regina defenderia os seus interesses no Parlamento Europeu; outras porque a confundiram com os chocolates e pensaram que era bom votar numa coisa docinha; outras ainda, porque votariam no PSD, mesmo que no lugar da Regina estivesse Marine Le Pen.
Fiquem então as mulheres portuguesas que votaram neste estafermo, que Regina Bastos atraiçoou os interesses das mulheres, ao votar no PE contra o relatório de Edite Estrela sobre os direitos sexuais e reprodutivos das mulheres.  
Ainda há quem pense que fundamentalistas são os árabes e que as mulheres defendem sempre  melhor os seus interesses do que os homens

8 comentários:

  1. Edite Estrela exerce democracia por circunstância e os direitos sexuais e reprodutivos das mulheres não se prestam a tal, sendo mais do uma circunstância.

    ResponderEliminar
  2. Existem mulheres mais machistas do que homens...

    Amigo, dorme bem

    ResponderEliminar
  3. Mas estava-se à espera de outra coisa? Claro que tinha de votar contra! Esta "pintelha" votou e votará sempre ao estilo Tea Party!

    ResponderEliminar
  4. Regina? Chama-se ela? Para quê decorar o nome, se, de seguida, é para esquecer?

    ResponderEliminar
  5. Tem cara de tia de Cascais.
    Mas não conhecia a peça.
    Nem quero conhecer.
    Votos de um Santo Natal e de um Maravilhoso ano de 2014 que eu vou de férias!
    Aquele abraço!!

    ResponderEliminar