segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Oxalá!

Paulo Portas anda excitadíssimo com a saída da troika e, cada vez que fala, no seu sangue corre o fervor patriótico, deixando transparecer no rosto vermelhusco resquícios de personagem de Morte em Veneza.
Na sexta-feira, em pleno Parlamento, afirmou mesmo que a saída da troika tem muitas semelhanças com 1640.
Lamento profundamente que Portas  esteja enganado. Se houvesse semelhanças com a Restauração ( data que prudentemente o seu governo varreu para debaixo do tapete) os  traidores que obrigaram Portugal a recorrer à troika ( entre os quais se inclui o próprio Portas)  seriam defenestrados e Portugal seria um país mais higiénico.

2 comentários:

  1. É uma pena que esteja enganado... desta vez, gostava que estivesse certo, confesso!

    ResponderEliminar
  2. Esse idiota fez ontem aqui uma figura demasiado triste.
    Está lá no meu blogue.
    mas só en passant que estou mesmo farto destes f..... da p..... que aqui vêem deixar ficar mal visto quem aqui trabalha.

    ResponderEliminar