quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Sobe, sobe, balão sobe...

Este governo -que PPC jurou privilegiar a competência, a experiência (sublinho experiência) e ser avesso a clientelismos -  tem sido um  alfobre de tesourinhos deprimentes, no concernente a ascensões meteóricas.
O ex-jornalista  e editor de política do DN, Francisco Almeida Leite, é um dos exemplos mais flagrantes de que não há almoços grátis e, por isso, está a ser bem recompensado pelo trabalho desenvolvido no DN para a promoção de Pedro Passos Coelho.
Em apenas dois anos foi nomeado administrador do Instituto Camões, depois secretário de estado dos Negócios Estrangeiros de Paulo Portas e agora foi indigitado pelo governo para vogal da administração executiva do banco de investimento SOFID.
Eu já sabia que não havia almoços grátis, mas este comensal que organizava almoçaradas com PPC e outros jornalistas durante a campanha eleitoral- onde certamente recebia instruções que diligentemente debitava nas páginas do DN como notícias, cobra-se bem.
Nada tenho contra FAL, mas as coisas são o que são...
( Ler mais aqui)

2 comentários: