segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Querem mesmo fazer a reforma do Estado? Juram? (5)

Redução drástica dos outsourcings
O outsourcing é uma grande negociata.  Permite  criar e/ou alimentar  teias de relações indestrutíveis, num sistema de vasos comunicantes absolutamente vergonhoso. Encomendam-se estudos que nunca vêem a luz do dia, muitos dos quais poderiam ser feitos com maior rigor por técnicos dos serviços e com melhores resultados.
Pedem-se pareceres a escritórios de advogados, quando há milhares de juristas nos serviços públicos com mais conhecimento e capacidade técnica para os fazer.
 Acabar com o outsourcing – ou pelo menos restringi-lo drasticamente- representaria uma poupança  de vários milhões de euros…mas lá se acabava uma das formas mais eficazes de troca de favores entre poder político e sociedade civil

2 comentários:

  1. Podiam reduzir, pois podiam... mas não era a mesma coisa!

    ResponderEliminar
  2. Mas depois lá se perdia uma daquelas coisas em estrangeiro que dão mais pinta ao burgo.

    ResponderEliminar