quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Palavras e imagens


Foto roubada aqui


Há uns meses disse à Teté que iria aceitar o desafio  de fazer uma lista com os 50 livros da minha vida.
Encetei várias vezes a tarefa  mas, cada vez que a retomava, chegava à conclusão que a lista que começara a elaborar umas semanas  antes, continha títulos que  afinal não tinham sido assim tão importantes.
Há dias, a Teresa  fazia esta pergunta e eu respondi, dizendo que iniciaria esta semana a publicação da lista. Esbocei algumas tentativas, mas deparei com o mesmo problema: uma lista nunca é definitiva e, quanto maior for o número de obras a indicar, maiores são as divergências ( embora persistam sempre alguns títulos comuns).
Assim, decidi que em vez de escolher os 50 livros da minha vida, era melhor optar pela  série “Grandes autores” . É muito mais fácil  escolher os autores que nos influenciaram, ou de que mais gostamos,  e elencar alguns dos livros que escreveram e nos marcaram, do que escolher os 50 melhores livros da nossa  vida. É isso que começarei a fazer amanhã  e se prolongará, pelo menos, até final do mês. 
Espero que digam de vossa justiça sobre as minhas escolhas que chegarão aqui normalmente à noite.
Durante o dia, sem hora certa, a rubrica “Those were the days”  incluirá fotos de lugares – ou apenas momentos - onde fui feliz e gostaria de voltar a ser. Espero que gostem. 

7 comentários:

  1. Que injustiça, Carlos!

    Crónicas sobre literatura, quando estou na hora de partir.

    ResponderEliminar
  2. Boas propostas!
    Ficarei atento.
    Aquele abraço e votos de bfds!!

    ResponderEliminar
  3. Fico à espera das listas que imagino cheias de boas escolhas que servirão de sugestão...

    ResponderEliminar
  4. Uma bela ideia que todos vamos aproveitar!
    xx

    ResponderEliminar
  5. Gostei das ideias, ficarei a aguardar as sugestões de leitura e os lugares que merecem ser (re)visitados... :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar