domingo, 26 de maio de 2013

Azares de um caixeiro viajante


Um caixeiro viajante entra num restaurante ribatejano e pede ao empregado que lhe sugira a especialidade da casa. Aceita a sugestão e fica deliciado mas, na mesa ao lado, ouve outro cliente manifestar–se encantado com um prato que ele não consegue identificar.
Discretamente, pergunta ao  empregado o que é que o cliente está a comer
- São túbaros fritos- responde o empregado
- E o que é isso?- pergunta o caixeiro viajante
-  São testículos de boi…não podemos colocar este prato na lista, porque só temos uma vez por semana,  no dia seguinte à tourada...
- Pode reservar-me uma dose para a próxima semana? Gostava bastante de experimentar…
- Certamente que sim!
Na semana seguinte o caixeiro viajante chega bem cedo ao restaurante, para apreciar pausadamente o pitéu.
Quando o empregado lhe traz o prato,  constata que a dimensão dos túbaros é muito menor do que a que vira na semana anterior e chama o empregado para reclamar:
- O tamanho destes túbaros não tem nada a ver com os que tinham aqui a semana passada!
- Pois, o senhor teve azar… esta semana foi o touro a vencer…

6 comentários: