quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

E se...

... antes de começar a fazer declarações destas, Seguro se visse ao espelho? Ou fosse a um psiquiatra, para ver como está a sua  saúde mental? Ou, pelo menos, percebesse que os portugueses gostam (quase) tanto dele como de Coelho? 

10 comentários:

  1. No dia em que o eleitorado conseguir discernir entre uma vespa e uma abelha Passos e Seguro não terão futuro, nem o terão os vespeiros que lhes dão alma e ferrão... ah, pois não!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito boa, essa da vespa e abelha.

      Só que o coelho não tem alma.

      E o seguro não tem ferrão.

      Eliminar
  2. Carlos, para os portugueses gostarem mais dele do que do coelho, não é preciso muito.

    Os socialistas cá da terra sabem muito bem, que sem a ajuda dos Verdes não conseguem derrotar o partido da Merkel.

    Na minha opinião, o partido socialista escolheu esta nódoa como líder, porque não quer governar o país nesta hora difícil.

    Valha me Deus, não me quero meter onde não sou chamada, mas não resisto.

    ResponderEliminar
  3. E também podia dizer qual é o seu programa, porque até hoje não ouvi nada que se parecesse com um! :P

    ResponderEliminar
  4. Ensandeceu!
    Maioria absoluta.
    O PS, com este caramelo à frente, nem as eleições ganha.
    Corre sozinho e fica em segundo.
    E ele quer maioria absoluta?
    Levem-no ao médico!
    Aquele abraço e votos de bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  5. Eis o que me desespera : termos uma classe política a transbordar de medíocres...e um povo sem saída, melhor, que não encontra maneira de sair deste atoleiro onde o meteram.

    Penso que sim, que quem ainda conserva uma réstea de lucidez deve acordar, pelo menos tentar, "o melhor povo do mundo". Mas acho que a grande parte da população portuguesa está completamente alienada , endoutrinada, em desistência!

    Abraço, amigo meu

    ResponderEliminar
  6. Pois a mim dá-me para o lol!!!! Haja alguma coisa que nos faça rir!!!

    ResponderEliminar
  7. Estamos a desistir e isso preocupa-me muitíssimo...falamos, falamos mas temos que agir! Como?

    ResponderEliminar