quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Um problema do foro psiquiátrico


Há quem se admire pelo facto de PPC se ter marimbado para a decisão do Tribunal Constitucional. Já aqui tinha escrito que era isso que ia acontecer, porque é minha firme convicção que raras vezes as penas aplicadas pelos tribunais garantem a redenção dos criminosos. E muito menos dos cleptómanos, cuja actividade é determinada por perturbações psíquicas que apenas podem ser tratadas no âmbito do foro psiquiátrico.
Este  homicida é um exemplo de um outro criminoso que só a psiquiatria pode salvar, porque os tribunais se revelaram ineficazes na cura.

Cavaco vai hoje à TVI


Eu sei que Cavaco está morto e quem anda por Belém é uma alma penada, por isso seria impossível ao PR ir à TVI em carne e osso.
No entanto, a alma penada de Cavaco fez questão de transmitir as ideias do PR ao país, por isso escolheu a pitonisa de serviço, Manuela Ferreira Leite, para transmitir a sua mensagem.
Talvez não seja fácil decifrar o oráculo mas, esta noite, o  que MFL disser na TVI deverá ser interpretado como a mensagem de Cavaco Silva aos portugueses, pelo que todos devemos estar atentos às suas palavras. Até porque, mais do que uma entrevista, será uma sessão de espiritismo transmitida para todo o país em horário nobre. Às 22 horas.

Enquanto Portas colecciona milhas na sua cadeira de sonho...

É óbvio que ainda não será desta que a coligação se irá desfazer. Paulo Portas irá invocar o patriotismo para se manter ao lado de PPC e, nesse interim, vai  aproveitando para coleccionar milhas aéreas. Portas tudo fará para salvar a pele e manter o seu lugar na "cadeira de sonho" que sempre almejou.
Só que Paulo Portas não é André Vilas Boas e, para garantir o lugar de ministro dos negócios estrangeiros que o poderá guindar a outros voos de âmbito internacional, está disposto a pagar um preço elevado. Assim, não será de estranhar  se  prometer a alguns dos membros da Comissão Política e do Conselho Nacional, mais renitentes, algum lugar numa remodelação governamental que se avizinha e, inevitavelmente, se traduzirá em maior peso do CDS no governo.
É no entanto inegável que a coligação está gravemente doente, como se constata com esta situação, se torna claro com as declarações de Bagão Félix, ou com as críticas deste vice-presidente do CDS.
Neste momento, o grande drama do país é não ter nem um presidente da república, nem uma oposição credível (Seguro continua a ser o abono de família deste governo) e os portugueses cruzarem os braços, enquanto perguntam qual é a alternativa.
Responderei a essa pergunta muito em breve. Apesar de Seguro andar escondido atrás de um biombo, a alternativa existe e depende apenas de nós.

Ó tiazinha! Faça um esforço, vá...

Ó Maria João Avilez, a senhora que tanto se indigna, esbraceja e faz aquelas expressões de tia enojada com a pobreza, quando ouve alguém dizer que este governo é um grupo de ladrões que anda a roubar quem trabalha, é capaz de perceber, depois de ler isto,  que os portugueses têm razão? 
Percebe agora qual o objectivo de tantos cortes no horizonte de 2015, ou quer que lhe faça um desenho?
Olhe, tiazinha, se ainda não percebe, pergunte ao merceeiro do seu bairro. Ele explica-lhe.

O significado de uma confissão

Este governo nomeia para gabinetes, conselhos de administração de empresas públicas e outros tachos, gente da sua laia. Gente sem ética, sem pudor, sem vergonha. A maioria cala-se, agradecida pelos benefícios concedidos mas, de quando em vez, há um que coloca em xeque quem o nomeou.
António Nogueira Leite, vice- presidente da CGD, com um salário superior ao do chefe do gang que nos governa, escreveu no FB " se me obrigarem a pagar mais impostos, palavra de honra que me piro".
Pouco tempo depois de fazer esta confissão, o homúnculo fechou a sua página do FB. Depois reabriu-a, mas sem esta declaração. 
A confissão  esclarece ainda melhor o desprezo que esta gente tem por quem trabalha, mas o facto de o autor a ter retirado deve-se, certamente, ao facto de ter percebido que não tem honra. ou a guardou no mesmo sítio onde Coelho escondeu a ética e a equidade. No entanto não se admirem se dentro de algum tempo, Nogueira Leite emigrar para Angola. Não será para defender a sua honra, mas a sua conta bancária.
Entretanto- pasme-se!- o chefe  ainda não demitiu  o autor desta nojeira discursiva e permite que continue a apascentar-se no pote, como se nada se tivesse passado.