domingo, 15 de julho de 2012

Que se joda Andrea Fabra




Chego a Barcelona na manhã de sexta.feira. Há quase duas semanas que não vou à Internet, não leio jornais nem vejo televisão mas, no caminho até ao hotel, fico a saber que durante toda a semana houve manifestações diárias nas principais cidades espanholas em protesto contra as medidas do governo e que Madrid esteve a ferro e fogo na noite de quarta-feira, com a manifestação dos mineiros.
Chegado ao hotel tomo um banho e estendo-me na cama para repousar um pouco. O apelo do televisor é irresistível e preparo-me para regressar ao mundo real.  Ouço as notícias da manhã. Grande escândalo provocado pelas declarações de uma deputada do PP (Andrea Farba) que, referindo-se aos desempregados no Parlamento terá dito “ Que se jodan!”
A deputada diz que se referia aos deputados socialistas e não aos desempregados, mas isso não evitou novas manifestações populares ( estão a decorrer no momento em que escrevo, pelo menos em Madrid e Barcelona). 
As imagens que vejo na televisão mostram Madrid pejada de militares e polícias. Há notícia de dezenas de detenções.
Um canal de televisão exibe uma canção feita por um cantor espanhol, em resposta à deputada popular  e que não resisto a partilhar convosco: 
“Que se joda Andrea Fabra” ( clicar para ver o video)
Agora vou comer umas tapas no Bairro Gótico e depois talvez ganhe coragem para ir até à Net saber notícias de Portugal.