sábado, 7 de julho de 2012

Por este Rio acima (3)



Ainda me lembro de o Rio de Janeiro ser uma cidade com um nível de vida acessível para os portugueses. A comida era barata e abundante, encontravam-se hotéis razoáveis a um preço longe de ser exorbitante, as despesas com habitação perfeitamente suportáveis. Se o leitor tem a mesma opinião, esqueça! Hoje em, dia, o Rio de Janeiro deve ser uma das cidades mais caras do mundo.
A alimentação é caríssima ( pois, eu sei, há sempre  as lanchonettes ...), se quiser arrendar um apartamento vai abrir a boca de espanto com os preços que lhe pedem e o vestuário- sempre foi caro para os nossos padrões- está quase ao nível de Paris ou Londres.
Leblon (RJ)

Portanto, se está a pensar vir até ao Rio de Janeiro, o melhor é preparar-se para um rombo na conta bancária. E não pense que é muito melhor noutras zonas do Brasil. Na praia do Inglês ( junto a Maceió), em Maragoggi , ou na minha muito amada Praia dos Carneiros, por exemplo, há 10 anos o custo de vida era bastante aceitável para os nossos padrões. Agora os preços dispararam vertiginosamente e fica difícil, mesmo no Inverno, encontrar alojamento a preços razoáveis.
Mas nem toda a gente pensa assim... uma amiga que recentemente esteve em Angola até considerou os preços módicos, pois em Luanda pagou quase 50€ por um bife com batatas fritas, uma garrafa de água e um café. Num restaurante mediano, afiançou-me...