terça-feira, 12 de junho de 2012

Demagogias

Eu sei que isto é pura demagogia, mas podemos confiar um primeiro ministro que se esquece da filha num pub?

Desculpem se me enganei...

... mas não era suposto o tão badalado Tratado Orçamental resolver a crise do euro? E evitar o contágio dos mal comportados países do sul a outras economias europeias? E serenar os mercados? E dar razão à senhora Merkel que todos suspeitam ter sido  atingida pela doença das vacas loucas?
Então, porque é que a quarta economia europeia foi obrigada a pedir um resgate disfarçado  e envergonhado? Para salvar a face da Merkel, ou para a fazer capitular definitivamente, obrigando-a a assumir que foi a coveira da Europa?
O pedido de desculpas - mesmo a concretizar-se- virá tarde demais. Os bancos alemães e o próprio rating da República estão ameaçados pelas agências financeiras. Será desta que o poder político assume que é aos governos - e não ao sector financeiro- que compete definir as políticas e traçar o destino dos países?

Tem lógica...

Lentamente regresso à realidade. Sem grandes sobressaltos, porque é um regresso breve. Leio que Rui Rio defende a nomeação de comissões administrativas  nas autarquias muito endividadas, em vez de eleições.
Tem lógica.Evita-se a farsa da democracia e poupa-se dinheiro.
Coelho e Paula Teixeira da Cruz devem apoiar a ideia. Também eles pensam que, se os políticos são maus, não devem ser punidos, porque a sua incompetência foi sufragada pelo povo. Puna-se então o povo pela sua incompetência, impedindo-o de votar.