sábado, 28 de janeiro de 2012

Cambada!

Enquanto lia notícias sobre o inqualificável comportamento do comandante do Costa Concordia, lembrei-me do caso português. Quando daqui a um ou dois anos Portugal estiver na merda,  os primeiros a saltar fora do barco serão os comandantes Coelho e Portas. Alegando a importância de representar o país em instituições internacionais, seguirão o exemplo de Durão Barroso. Vão usufruir altos salários enquanto nos deixam à míngua. Os portugueses continuarão, ordeiramente, a aceitar que lhes ponham a canga.