domingo, 16 de dezembro de 2012

De joelhos

Um estudo da ONU prevê que dentro de seis meses Portugal esteja em situação extremamente difícil e que o governo seja obrigado a renegociar a dívida. De joelhos, porque o vai fazer em situação desesperada.
Desesperada para os portugueses, mas muito do agrado de alguns dos nossos governantes que sentem muito prazer em se colocar nessa posição.
Vale a pena ler na íntegra a entrevista de Artur Baptista da Silva ao Expresso, mas deixo aqui o link para um excerto do "Expresso" on line

4 comentários:

  1. Os nossos políticos, como religiosos que são... ADORAM rezar... e de joelhos então ainda melhor!!!

    ResponderEliminar
  2. Mais um "irresponsável"? Mas a ONU...

    Apenas uma nota: isto que o Expresso divulga (em entrevista) tem (pelo menos) mais de um mês... Artur Baptista da Silva deu uma excelente conferência, que agora veio interessar o Expresso.

    Quando já não se pode abafar, faz-se "caixa alta"? (só não sei porque não edita on-line a entrevista integral...)

    ResponderEliminar
  3. Pelos vistos, cada vez há menos gente a acreditar no "sucesso" da "troika"... ainda bem!

    ResponderEliminar
  4. O PM insiste que está no caminho certo.
    Alguém vai bater com as ventas no chão.

    ResponderEliminar