quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Somos todos funcionários públicos!

Espero que nesta altura do campeonato a maioria dos portugueses já tenha percebido que andar a zurzir nos funcionários públicos teve um efeito boomerang. Na verdade, basta fazer uma continha rápida para perceber que a partir de agora todos somos funcionários públicos. Então vamos lá:
A partir de 2013, cada português entrega, todos os anos, oito meses do seu salário ao Estado. Ao fim de 10 anos,  terá entregue quase sete anos dos seus rendimentos de trabalho ao Estado. Ao fim de 40, quando pede a reforma, constata que apenas recebeu 13 anos para si, tendo entregue os restantes 27 ao Estado. 
Pensar nisto já é terrível, mas imagine se Vítor Gaspar faz as mesmas contas e chega à conclusão que,  tendo o tuga trabalhado só 13 anos, deverá receber a reforma correspondente ao período em que efectivamente recebeu rendimentos do seu trabalho? Já viu a reforma que vai ter?
Há dias, eu perguntava se o governo tinha nacionalizado os portugueses. Hoje, não tenho dúvidas.

5 comentários:

  1. Além de nacionalizados, os portugueses estão f****** e cada vez mais mal pagos.

    ResponderEliminar
  2. Mas que post tão animador! Estamos sempre a aprender. Nunca me teria ocorrido que íamos voltar aos tempos dos gulag com um governo de direita :):)

    Bem, aproveito a viagem até à farmácia para comprar o Memofante do Cavaco e compro um Xanax para mim.
    Beijinhos, e coragem. Melhores dias virão (senão estamos mesmo lixados!)

    ResponderEliminar
  3. E o que é mais deprimente é que a maioria das pessoas ainda não interiorizou o que lhe vai cair em cima. As pessoas não têm qualquer noção do que aí vem, sabem que não é bom, mas não fazem uma pálida ideia...

    ResponderEliminar
  4. A mesma treta aqui, Carlos.
    1999 - vamos reduzir o número de funcionários porque são demasiados>
    Em 13 anos, o número....triplicou!!
    Vão levar lá onde o sol não se vê!!!

    ResponderEliminar