segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Eles ainda vão acabar por perceber...

... que a austeridade é uma estupidez.
Vítor Gaspar falou hoje ao país para dizer que a troika deu nota positiva a Portugal, mas isso não é novidade, porque já Merkel o tinha anunciado. Como é seu hábito, o dono de Portugal terá dito algumas patranhas para enganar parvos mas, como  ainda não ouvi, não comento. Até porque, para mim, a notícia do dia não veio de Gaspar, mas sim do presidente da RTP.
O Relvas andou um ano a fazer tudo o que lhe era possível para destruir a RTP e a entregar aos privados. Depois, admitiu que talvez fosse melhor só privatizar um canal. Mais tarde disse que todas as hipóteses estavam em aberto, mas que a privatização de pelo menos um canal seria inevitável.
Quando nomeou Alberto da Ponte para presidente da RTP, disse que tinha nomeado "o gestor mais competente que havia em Portugal" (sic).
Esse gestor vem agora dizer que não concebe o serviço público de televisão sem dois canais e acha que o governo o irá escutar.
Espero que escute mas, se isso acontecer, vai ser divertido assistir ao golpe de rins daqueles blogueiros que, a mando do Relvas, andaram a desancar na televisão pública.
A minha esperança é que o Gaspar, o Coelho e toda a tralha laranja também venham a perceber que a austeridade é uma estupidez, embora tema que isso só aconteça quando já não estiverem no governo e começarem a acusar os seus sucessores de exigirem sacrifícios insuportáveis aos portugueses.

4 comentários:

  1. As sucessivas reviravoltas sobre o futuro da RTP são um bom exemplo da "nabice" destes (des)governantes. E o Relvas não é, obviamente, o único "nabo".

    ResponderEliminar
  2. Admiro a sua tenacidade, Carlos, mas é contra os moinhos de vento.

    ResponderEliminar
  3. A esperança é sempre a última a morrer... :))

    ResponderEliminar