segunda-feira, 8 de outubro de 2012

The woman in Orange


" Este debate está a ser pago pela troika"- disse, inflamada e convicta, a deputada do PSD Teresa Leal Coelho, durante o debate das moções de censura apresentadas pelo BE e pelo PCP.
Quando ouvi esta frase, pensei imediatamente que era digna de figurar nos "Caramelos Vaquinha", ao lado de outros ilustres deputados que fazem parte dessa galeria do CR.
Desisti da promoção, porque afinal Teresa Leal Coelho apenas expressou um sentimento colectivo, partilhado por outras mulheres da agremiação laranja, como Francisca Almeida ou Fátima Lima.
Daí que apenas deixe aqui uma Picada de Escorpião sobre aquela frase que me fez recuar ao dia em que uma prostituta, vítima de maus tratos, entrou no meu consultório. Sobre esse episódio, escreverei amanhã.

10 comentários:

  1. Metaforicamente e sem ofensa para a excmª senhora deputada, ela será então uma prostituta política paga por dinheiro estrangeiro ao serviço do qual está e assim impedida de defender os interesses de Portugal.

    Boa semana, meu amigo.

    ResponderEliminar
  2. Ainda há uns meses ninguém sabia quem era a Tróika.
    Parece-me pior que qualquer invasão que tenhamos tido na História...

    Quanto à história, aguardo.
    Adoro histórias verídicas engraçadas.

    beijinho

    ResponderEliminar
  3. não era propriamente este o post que queria comentar, essa madame anda sempre com o pescoço entrapado, mesmo no pino do verão, deve ser para encobrir as picadas dos vampiros não merece o meu comentário, mas aquele ali em cima que tem os comentários fechados sobre o Relvas e os reféns de Passos.... aquilo tem muito que se lhe diga, há por aí muita poeira no ar...:)))

    ResponderEliminar
  4. Sempre fui adepta que as mulheres se empenhassem mais na política e tivessem lugar na AR - sem quotas, nem nada disso, entenda-se! Mas aves raras como estas, que mais parecem tias da linha, não estão a fazer rigorosamente nada lá: de cada vez que abrem a boca sai asneira e são mais alinhadas que um comunista no tempo de Estaline! :P

    ResponderEliminar
  5. A TROIKA não, nós portugueses e portuguesas e com juros proibitivos!

    ResponderEliminar
  6. Bom dia !

    Sinceramente não me referia a si, mas tão somente àquele momento de ternura da jovem Adriana.

    Quanto ao seu comentário, eu, optimista de "toda la vida" estou a ficar sem esperança.

    ResponderEliminar
  7. É só mais uma no meio de todos os chulos e protitutos que nos desgovernam e se governam.

    ResponderEliminar