terça-feira, 7 de agosto de 2012

Gente fina é outra coisa...

Leio, na revista do "Expresso", que na Quinta do Lago abriu um local muito frequentado pela "high society" internacional , onde há clientes que gastam 50 mil euros por noite.
Como é possível gastar 50 mil euros numa só noite? perguntarão alguns leitores. Eu explico:
Nesse local, uma garrafa de champagne pode chegar aos 3 mil euros e uma private dance custa 500€ !
Ah, então isso é um bar de meninas! - concluirão ingenuamente alguns leitores.
Nada disso! Isso é em Bragança e noutros locais do país, mas não na Quinta do Lago. Naquele local  exclusivo do Algarve, aquilo a que normalmente se chama Cabaret, Bar de Alterne ou Casa de Meninas tem o distinto nome de Gentlemen´s Club .
A única diferença entre este estabelecimento e uma daquelas casas de meninas espalhadas pelas nossas estradas, a que os camionistas chamam Casas de Putas, reside no facto de as meninas do Gentlemen's Club  frequentarem as festas da high society (" para estabelecer contactos"- como confidenciou uma delas ao "Expresso".)
Mas gente fina é outra coisa...

11 comentários:

  1. Então querem lá ver que a única puta aqui, sou eu!!!

    ResponderEliminar
  2. Eu costumo dizer, gente coisa é outra fina....:))

    ResponderEliminar
  3. Mudam os nomes, mas as "meninas" têm a mesma profissão... :)))

    ResponderEliminar
  4. E passam factura?
    É que a economia paralela
    aqui (lá), não é bagatela....

    ResponderEliminar
  5. É como os homossexuais - se são uns pobretanas são paneleiros; mas se têm estudos, são gays...

    ResponderEliminar
  6. Estou a ver que aquilo lá pró All Garve é tudo gente alarve!!
    Gastar 50 mil euros numa noite? Safa!!
    Essas ladies terão alguma coisa assim tão valiosa? Lololol

    ResponderEliminar
  7. Depois do comentário 5 estrelas da Graça Sampaio não há nada a acrescentar.
    Fabuloso!! :))

    ResponderEliminar
  8. O problema não é a pipa de massa que gastam. A questão está em saber a qualidade do produto!
    Desde o champanhe ás meninas (é assim que são tratadas), tudo cheira a perfume francês.
    Será que as meninas tem-na atravessada (como se diz cá para os meus lados). Só assim se poderá explicar tamanho maço de notas gastas numa só noite.

    ResponderEliminar
  9. Se soubesse o potencial desta carreira de 'promoção de eventos' não tinha perdido cinco anos a estudar gestão. A ironia está em que, muito provavelmente, até ando a trabalhar para uns desses que depois vão ao algarve gastar os tais 50 mil euros...que reconfortante pensamento.
    Argh!

    ResponderEliminar
  10. «Como é possível gastar 50 mil euros numa só noite?»

    Possível é, simplesmente num país que está de tanga, esse valor é simplesmente pornográfico.

    ResponderEliminar