quinta-feira, 14 de junho de 2012

Tenham medo...muito medo!




A sigla DGS sempre me provocou urticária. Não se poderia ter criado um nome para uma Direcção Geral de Saúde que não invocasse constantemente a PIDE reciclada por Marcelo Caetano?
Quando se descobriu que o ex-espião Silva Carvalho é afinal um PIDE em liberdade, usufruindo dos favores da democracia que lhe concedem relações privilegiadas com o ministro Relvas, comecei a desconfiar que o monstro começava a tomar forma.
Agora, a defesa da intrusão da DGS nos lares, a pretexto de avaliar riscos de acidente, tirou-me todas as dúvidas: eles estão de volta!
Parafraseando Rob Riemen no ensaio “ O Eterno Retorno do Fascismo”, lembro que ninguém dá importância a um rato morto. Três ratos mortos são coincidência e  quem alertar para a possibilidade de uma praga quando o número de ratos mortos nas ruas da cidade aumenta, sofre de paranóia.  
Finalmente, quando um número espantoso de doentes ( são entre  quatro e sete mil os nomes de pessoas que constam dos ficheiros de Silva Carvalho)  apresenta inchaços, erupções cutâneas e delírios, acabando por morrer,  os médicos  sabem que a Peste está de regresso, mas escondem a notícia da população.
Sim, tenho medo. Muito medo… Eles andam aí, vestindo  a pele de democratas.  Poucos ainda se aperceberam que são fascistas na forma de pensar e agir. Quando acordarmos, vai ser tarde. É que eles estão disseminados por quase toda a Europa e já chegaram ao poder!

8 comentários:

  1. Olá Carlos...
    Mas esse é sempre o objectivo "Controlo Centralista do ESTADO através das Corporações" tcp Fascismo!!! Este é o nosso caso! Temos uma "democracia" que serve apenas para ILUDIR a populaça... A ilusão é materializada numa "folha de papel com uma cruz desenhada à mão" e é ou não uma ILUSÃO FANTÁSTICA?

    Mas NADA IMPORTA... As MANADAS estão de tal forma confusas que nem sabem qual a direcção da falésia mais próxima!

    Enquanto isso o plano da Alemanha está a correr de vento em popa! E quando eles terminarem o serviço, então aí é que vai ser de RIR A BOM RIR...

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Se escutasses os programas de rádio de debate aberto ao público já te tinhas apercebido que "eles andem" aí de novo cheios de força a botar faladura com uma voz bem grossa, cheia de ameaças. Realmente só não vê quem não quer e a Comunicação Social não é que não veja, convém-lhes é estar de bem com os Anjos e, em especial, com o Demónio... just in case.

    ResponderEliminar
  3. E logo ontem que ouvi dizer o Hitler é que tinha razão... Anda tudo doido. Extermine-se é ideias destas, que a gente boa tem mais é de prevalecer.

    ResponderEliminar
  4. É extraordinário, como há crise para umas coisas, mas para gastar dinheiro nesses projetos, disfarçados de boas intenções, nunca falta! E a que propósito é que uma pessoa é obrigada a abrir a porta a esses "delegados" para eles bisbilhotarem onde estão os remédios e os detergentes? E também querem verificar o frigorífico e a despensa, para saber se a família come comida saudável? Aquele Francisco George nunca me enganou, primeiro com as suas campanhas anti-tabágicas, agora a entrar em casa das pessoas, para supostamente as aconselhar a lidar com os filhos... :P

    ResponderEliminar
  5. Fiquei um tanto atordoada com esta das visitas domiciliárias para inspecionar riscos de acidentes...

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  7. Uma forma de projectar o medo é dilatar-lhe o enredo...
    Falemos antes das formas de pôr cobro a isso!, ou do silêncio que o consente...

    ResponderEliminar