segunda-feira, 30 de abril de 2012

Leis boas para limpar o tutu


A Lei ( ainda em fase de estudo) que proíbe a venda de álcool a menores de 18 anos será mais uma para emoldurar no gabinete do Director Geral que a pariu, ou para limpar o rabiosque a algum membro da troika apanhado desprevenido com a falta de papel numa qualquer repartição do Estado.
Se os gajos que a engendraram saíssem  à rua, em vez de ficarem alapados nos gabinetes e usarem escolta para qualquer deslocação, já teriam percebido que apesar de a Lei em vigor proibir   a venda de bebidas alcoólicas a menores de 16 anos, é possível ver nas noites deste país, miúdos de 12, 13 e 14 anos podres de bêbados, porque não há quem fiscalize a aplicação da lei. Vão mas é trabalhar, em vez de andarem a brincar ao faz de conta!

3 comentários:

  1. Tem razão, Carlos.

    Terceira tentaiva de colocar o comentário.

    ResponderEliminar
  2. Obviamente!
    Basta um mais velho ir comprar, chegar à rua e entregar aos miúdos!

    ResponderEliminar
  3. O mais importante é fazer passar a Ilusão de que Eles estão a fazer algo...

    A seguir, o que importa é lançar coisas cá para fora para ir entretendo, e distraindo, o pessoal!

    Felizmente que vêm aí os Grandes Festivais de Música Primavera/Verão, senão, não sei o que seria deste Portroikal...

    Para esta estória do álcool... simples e fácil... implantar um micro-chip em todos os jovens com idade inferior a 18 anos, conectado a um sensor na faringe que detecta a presença de álcool! Se for detecta a presença da substância é enviado para a esquadra da bófia mais próxima as coordenadas GPS do infractor e... Purga com ele!
    Já existe tecnologia para tal, basta apenas a vontade dos Políticos, e o Saber dar a volta aos Pais babados!

    ResponderEliminar