quinta-feira, 15 de março de 2012

Conversas no hipermercado do futuro


Aos leitores mais sensíveis, recomendo que antes de lerem este post, vão ler este para perceberem  porque o escrevi.

Ano de 2029, num supermercado perto de si.
 Paula  e Teresa casaram há um mês. Ontem, decidiram ir ao supermercado fazer compras. No balcão do talho deixaram-se seduzir pelos embriões. Paula sugeriu de imediato que comprassem uma embalagem com um menino loiro de olhos azuis e 1,90m. Teresa olhou para o preço e sugeriu:
- Estamos no início de vida, Paula. Não achas que este é muito caro? Que tal se optássemos por aquele que está em promoção? Só mede 1,75, mas tem uns cabelos azeviche e uns olhos castanhos que são uma beleza!
-Estás a ver mal a coisa, Teresa! Não vês que o loiro de olhos azuis vem com um kit incorporado que o isenta de pagamento de propinas até entrar na Universidade? 
- Isso não é vantagem nenhuma, Paula. Podemos ensiná-lo a ler e quando chegar aos 18 anos vai frequentar um curso na Universidade "take away". Num ano sai de lá com um curso superior.
- Vês sempre as coisas pelo lado económico, Teresa! Não devia ter casado contigo…
- Estou apenas a ser prática, Paula! Mas se o teu problema é o miúdo ser moreno e preferes um loiro de olhos azuis, que tal comprarmos aquele que é mais baixito e não tem kit incorporado?
Paula  pensou durante uns instantes. Deixou sair um suspiro profundo e disse:
- Pronto, se é assim que queres…
- Já vi que não estás convencida. Pronto, levamos então o que tu queres. Talvez seja um bom investimento…
Paula sorriu e deu um repenicado beijo  a Teresa. Preparavam-se para pegar  na embalagem, quando foram surpreendidas pela chegada de Pedro e Tomás
- Tomás, já viste este loirinho de olho azul com 1,90m? Vamos levá-lo?
- É p’ra já, Pedro! 
Pegaram na embalagem e dirigiram-se apressadamente para a caixa registadora.
Paula e Teresa entreolharam-se desconsoladas.
- Paula, não fiques triste, vais ver que um dia destes arranjamos um nos saldos. 


( a indecisão das mulheres será sempre um forte handicap no futuro?)

9 comentários:

  1. Três aspectos muito positivos nesta sua previsão para 2029:

    Primeiro - O direito do consumidor será garantido e as livres escolhas também

    Segundo - Ainda haverão supermercados junto de mim

    Terceiro - Isto não será o deserto que se anuncia

    ResponderEliminar
  2. Só falta um pormenor... nessa altura, com sorte, já pertencemos à Espanha ou com azar, ficamos colónia de férias dos alemães... o mapa da Europa vai ficar diferente ;)

    Bjos

    ResponderEliminar
  3. ...e a leveza dos homens também o será? rrss

    Resto de tarde sem trovões, que aqui troveja!

    ResponderEliminar
  4. Em compras não sou nada indecisa!
    Opto sempre pelo mais barato, com kit ou sem kit...mas também este futuro já não será meu! :-))

    ResponderEliminar
  5. Ri-me... mas pensando melhor, não sei se me deveria ter rido!!

    ResponderEliminar
  6. Afinal, não sou só eu, que gosta de loirinho de olho azul com 1,90m de carne e osso, nada de embriões!!!

    ResponderEliminar
  7. Nem todas as mulheres são indecisas! E há homens também muitíssimo indecisos, não me parece questão de género... ;)

    ResponderEliminar
  8. Olá Carlos... Esta tua visão futurista não leva em conta o Aquecimento Global Antropogénico Só espero que não decidam exterminar indivíduos com altura igual ou superior a 1.98m!!!

    ResponderEliminar
  9. Que horror, Carlos! Se isto é já para 2029, espero estar na cova nessa altura, para não dar por isso!
    Mas fico contente de homens e mulheres continuarem a ser diferentes. Nem tudo estará perdido!

    ResponderEliminar